Comentário devocional do Apocalipse

21/02/2007

 

Apocalipse 9.1-12

1 E O QUINTO anjo tocou a sua trombeta, e vi uma estrela que do céu caiu na terra; e foi-lhe dada a chave do poço do abismo.
2 E abriu o poço do abismo, e subiu fumaça do poço, como a fumaça de uma grande fornalha, e com a fumaça do poço escureceu-se o sol e o ar.
3 E da fumaça vieram gafanhotos sobre a terra; e foi-lhes dado poder, como o poder que têm os escorpiões da terra.
4 E foi-lhes dito que não fizessem dano à erva da terra, nem a verdura alguma, nem a árvore alguma, mas somente aos homens que não têm nas suas testas o sinal de Deus.
5 E foi-lhes permitido, não que os matassem, mas que por cinco meses os atormentassem; e o seu tormento era semelhante ao tormento do escorpião, quando fere o homem.
6 E naqueles dias os homens buscarão a morte, e não a acharão; e desejarão morrer, e a morte fugirá deles.
7 E o parecer dos gafanhotos era semelhante ao de cavalos aparelhados para a guerra; e sobre as suas cabeças havia umas como coroas semelhantes ao ouro; e os seus rostos eram como rostos de homens.
8 E tinham cabelos como cabelos de mulheres, e os seus dentes eram como de leões.
9 E tinham couraças como couraças de ferro; e o ruído das suas asas era como o ruído de carros, quando muitos cavalos correm ao combate.
10 E tinham caudas semelhantes às dos escorpiões, e aguilhões nas suas caudas; e o seu poder era para danificar os homens por cinco meses.
11 E tinham sobre si rei, o anjo do abismo; em hebreu era o seu nome Abadom, e em grego Apoliom.
12 
Passado é já um ai; eis que depois disso vêm ainda dois ais.


Como escrevi na semana passada, o quinto anjo toca sua trombeta e o primeiro ai cai sobre a raça humana diretamente. Pelo menos, sobre aqueles que não tiverem o selo de Deus sobre a fronte. Sobre esse selo, já escrevemos em outra oportunidade (03/01/07).

Vemos que a oitava praga do Egito assola nesse momento, mas não vem para comer erva verde e sim para atormentar o ser humano. Mas esses seres não são exatamente como os que apareceram no Egito ou alguns que vemos voando por aí. São a representação de alguma entidade espiritual que tem a responsabilidade de atormentar o ser humano.

Alguns poderão dizer que são apenas visões (se forem vistos) ou que são doenças ou qualquer outra coisa, mas nós sabemos que ao toque da trombeta do quinto anjo a humanidade que estiver por aqui sem o selo irá passar por algumas dificuldades.

Abadom ou Apoliom - Destruidor! Mas eles não virão exatamente para destruir mas para atormentar. Anunciemos o que ainda está por vir!
 

Forte abraço.
Em Cristo,
Ricardo, pastor

Esta meditação foi enviada em 21/02/07 por e-mail.