Importantes na medida certa

13/12/2012

 

Salmo 8

1 Ó SENHOR, Senhor nosso, quão admirável é o teu nome em toda a terra, pois puseste a tua glória sobre os céus!
2 Tu ordenaste força da boca das crianças e dos que mamam, por causa dos teus inimigos, para fazer calar ao inimigo e ao vingador.
3 Quando vejo os teus céus, obra dos teus dedos, a lua e as estrelas que preparaste;
4 Que é o homem mortal para que te lembres dele? E o filho do homem, para que o visites?
5 Pois pouco menor o fizeste do que os anjos, e de glória e de honra o coroaste.
6 Fazes com que ele tenha domínio sobre as obras das tuas mãos; tudo puseste debaixo de seus pés:
7 Todas as ovelhas e bois, assim como os animais do campo,
8 As aves dos céus, e os peixes do mar, e tudo o que passa pelas veredas dos mares.
9 Ó Senhor, Senhor nosso, quão admirável é o teu nome sobre toda a terra!


Este salmo mostra a realidade de louvor ao Senhor por parte do salmista. Sabemos que muitos salmos surgem em momentos de angústia, dor, perda... E mesmo mostrando a dor, o salmista ainda reconhece o Senhor.
 
Mas este salmo mostra somente o louvor, a gratidão, a adoração, o reconhecimento do Senhor e de Suas obras, incluindo o ser humano!
 
Muitos tentam dar mais importância ao ser humano que o que realmente ele tem. Se não for o Senhor, não somos nada! E outros querem dar menos importância que temos. Mas o Senhor nos amou de uma forma maravilhosa a ponto de dar Seu Filho para morrer por nós, derramar Seu sangue precioso e puro, para nos lavar do pecado e nos justificar!
 
Então, eu caminho biblicamente num meio termo: somos importantes, sim! O amor do Senhor por nós revela isso! Mas não somos insubstituíveis na obra. Se nos calarmos, pedras clamarão... Isso porque quem vai fazer é o Senhor.

 

Forte abraço.
Em Cristo,
Ricardo, pastor

Esta meditação foi enviada em 13/12/12 por e-mail.