Oramos por quem?

12/11/2012

 

ADMOESTO-TE, pois, antes de tudo, que se façam deprecações, orações, intercessões, e ações de graças, por todos os homens - 1 Timóteo 2.1

Não há limite para oração. Não temos pessoas por quem devemos orar e pessoas por quem não devemos orar. O texto de Paulo para Timóteo fala comigo e fala com você também: Devemos orar por todas as pessoas.

Oramos facilmente por conhecidos, amigos ou familiares, porque queremos o melhor para essas pessoas. Queremos ver o Nome do Senhor sendo glorificado sempre e esperamos por uma resposta em oração.

Mas o texto de hoje diz que devemos orar por todas as pessoas. Não apenas amigos ou até mesmo desconhecidos que pedem uma oração. Mas por todas as pessoas. Não há aquela pessoa por quem não devemos orar. Cada pessoa deve ser alvo de nossas orações.

É claro que iremos orar por pessoas que conhecemos pessoalmente ou por pessoas que conhecidos nos indiquem para orarmos. Até mesmo desconhecidos, que saibam que oramos e buscamos ao Senhor, poderão pedir orações. Não iremos fazer orações genéricas o tempo todo, por todas as pessoas do mundo. Podemos até orar de forma genérica, mas pensando em uma Nação, um povo, uma dificuldade específica.

Oraremos por todas as pessoas. Por aquelas mais próximas (familiares, amigos, irmãos na fé), por pessoas que conhecemos e que passam por alguma situação que demande a necessidade de oração (quer seja por gratidão ou por petição!), por aquelas pessoas que nem conhecemos, mas que nos são indicadas por outras pessoas, ou ainda por povos inteiros, nações, cidades, e por aí vai. Não devemos descuidar da oração, por quem quer que seja! E não apenas por petição, por clamor! Oramos muitas vezes para pedir, mas deixamos de orar para agradecer. Devemos orar agradecendo também! Esse é o chamado do Senhor para nós na vida de oração: nos aproximarmos Dele, para conversar, quer seja para pedir ou agradecer, ou até mesmo para ouvir, afinal a oração é uma conversa e o Senhor também pode falar! Que possamos orar para pedir, para agradecer e para ouvir o Senhor, por todas as pessoas!

Forte abraço.
Em Cristo,
Ricardo, pastor

Esta meditação foi enviada em 12/11/12 por e-mail.