Somos chamados para invocar o Nome do Senhor!

31/10/2012

 

Joel 2.28-32

28 Acontecerá, depois, que derramarei o meu Espírito sobre toda a carne; vossos filhos e vossas filhas profetizarão, os vossos anciãos terão sonhos, os vossos mancebos terão visões;
29 e também sobre os servos e sobre as servas, naqueles dias, derramarei o meu Espírito.
30 E mostrarei prodígios no céu e na terra, sangue e fogo, e colunas de fumaça.
31 O sol se converterá em trevas, e a lua em sangue, antes que venha o grande e terrível Dia do Senhor.
32 E há de ser que todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo; pois no monte Sião e em Jerusalém estarão os que escaparem, como disse o Senhor, e entre os sobreviventes aqueles que o Senhor chamar.
 

O Livro de Joel parece dividido em duas seções. A primeira (1.1-2.27) trata do 'julgamento' de Deus para os dias da profecia (e podemos ampliar isso dizendo que seria sobre o 'julgamento' durante o tempo de vida do ser humano, antes do Dia do Senhor), sendo um chamado ao arrependimento e a promessa de restauração.

A segunda seção (2.28-3.21) explica que não há dificuldade que seja pior que a ira do Senhor, no Dia do Senhor, por mais horrível que ela se apresente, não há como comparar ao julgamento de Deus que está a caminho.

Todavia, nós não podemos deixar de notar a mais notável seção desta curta profecia. Através do Espírito Santo, Joel olha centenas de anos à frente, para um tempo em que Deus iria derramar o seu Espírito “sobre toda a carne” (2.28). Seria (e é) um tempo em que a profecia viria de jovens e velhos, de igual modo; quando tanto homens como mulheres iriam profetizar. A salvação não seria apenas a inigualável bênção sobre Judá. Seria (e reafirmo: hoje já é) um tempo em que “todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo” (2.32).

Assim, que possamos viver de acordo com a vontade do Senhor, conhecendo Sua vontade e invocando o Seu Nome!
 

Forte abraço.
Em Cristo,
Ricardo, pastor

Esta meditação foi enviada em 31/10/12 por e-mail.