Servir ao Senhor!

17/05/2012



Josué 24.14-24

14 Agora, pois, temei ao Senhor, e servi-o com sinceridade e com verdade; e deitai fora os deuses aos quais serviram vossos pais além do rio e no Egito, e servi ao Senhor.
15 Porém, se vos parece mal aos vossos olhos servir ao Senhor, escolhei hoje a quem sirvais; se aos deuses a quem serviram vossos pais, que estavam além do rio, ou aos deuses dos amorreus, em cuja terra habitais; porém eu e a minha casa serviremos ao Senhor.
16 Então respondeu o povo, e disse: Nunca nos aconteça que deixemos ao Senhor para servirmos a outros deuses;
17 Porque o Senhor é o nosso Deus; ele é o que nos fez subir, a nós e a nossos pais, da terra do Egito, da casa da servidão, e o que tem feito estes grandes sinais aos nossos olhos, e nos guardou por todo o caminho que andamos, e entre todos os povos pelo meio dos quais passamos.
18 E o Senhor expulsou de diante de nós a todos esses povos, até ao amorreu, morador da terra; também nós serviremos ao Senhor, porquanto é nosso Deus.
19 Então Josué disse ao povo: Não podereis servir ao Senhor, porquanto é Deus santo, é Deus zeloso, que não perdoará a vossa transgressão nem os vossos pecados.
20 Se deixardes ao Senhor, e servirdes a deuses estranhos, então ele se tornará, e vos fará mal, e vos consumirá, depois de vos ter feito o bem.
21 Então disse o povo a Josué: Não, antes ao Senhor serviremos.
22 E Josué disse ao povo: Sois testemunhas contra vós mesmos de que escolhestes ao Senhor, para o servir. E disseram: Somos testemunhas.
23 Deitai, pois, agora, fora aos deuses estranhos que há no meio de vós, e inclinai o vosso coração ao Senhor Deus de Israel.
24 E disse o povo a Josué: Serviremos ao Senhor nosso Deus, e obedeceremos à sua voz.



Esse texto é amplamente conhecido, principalmente a passagem em que Josué comenta que ele e sua casa servirão ao Senhor. Muitos usam esse texto, quer seja como forma de dizer que estão no comando de suas casas e que, por isso, decidem por todos do local, ou até mesmo como uma declaração de fé, crendo que será assim, caso ainda haja algum ente na família que não serve ao Senhor ainda. Acaba se tornando um "bordão" de "declaração de fé", de "tomar posse" da conversão de outros familiares. Esse final do livro de Josué, é um momento em que ele está chamando o povo a uma renovação da aliança, mostrando a importância disso na caminhada.

Ele traz essa necessidade de renovação de aliança porque depois da conquista de Jericó, depois de ver a ação de Deus de maneira sobrenatural, tanto na caminhada no deserto como na tomada de Jericó, o povo havia deixado de lado a busca da vontade do Senhor. Era necessário trazer à memória o que o Senhor havia feito e mostrar que valia a pena servi-Lo. Além de trazer à memória para mostrar que valia a pena, era importante fazer com que o povo entendesse a necessidade de se decidir a isso!

Entendo que isso acontece a cada dia. Depois da solução de um problema em nossa vida, depois de buscarmos com muito fervor o Senhor lutando por uma resposta, por uma solução, muitas vezes ou nós ou pessoas que conhecemos, qualquer um, pode acabar por se desanimar em sua busca do Senhor. Depois que temos a resposta, muitas vezes nos acomodamos e até deixamos de lado a vontade do Senhor. Buscamos ao Senhor e Ele manifesta Sua fidelidade, mas nós, ao termos a resposta, corremos o risco de mostrar o quanto estamos longe da noção de fidelidade...

Por isso, entendo que devemos constantemente trazer à memória que vale a pena servir ao Senhor! Precisamos lembrar daquilo que Ele fez em nossa vida, na vida de pessoas próximas e notar que não é só pra buscarmos quando precisarmos especificamente para a solução de algo, mas em todo o tempo! E que as frases que estão na Bíblia e que declaramos, não meras "fórmulas mágicas", para se dizer por ser "líder" em sua família ou por acreditar que repetir isso fará algo acontecer. Não sou contra declarar essas coisas! Acho importante! Mas não como fim em si, como algo que resolverá tudo apenas por falar, mas para deixar claro seu testemunho, no que você confia e acredita.

Vale a pena buscar ao Senhor. Vale a pena fazer Sua vontade.

Espero que você entenda assim também! E que como Josué, eu e tantas outras pessoas, você possa dizer com a convicção de vale a pena: “Eu e minha casa serviremos ao Senhor”. E se ainda há alguém próximo a você que não serve ao Senhor, que você possa não descuidar da oração e do testemunho, além, é claro, de ter forças e discernimento para mostrar que vale a pena!
 

Forte abraço.
Em Cristo,
Ricardo, pastor

Esta meditação foi enviada em 17/05/12 por e-mail.