PÁZcoa

05/04/2010

 

Átila

Do site: vidanet.org.br

Mais uma daquelas datas especiais chegou. Aquela em que a gente procura adoçar a vida do pessoal querido, principalmente com chocolate, muito chocolate. É maravilhoso passear pelos corredores dos grandes mercados repletos de ovos de páscoa. Todos os tipos, cores e aromas. Parece uma floresta de delícias, uma afronta aos vigilantes do peso! Nós compramos, presenteamos, nos preocupamos, buscamos mostrar carinho através do presente e mesmo assim, após tudo terminar, nos encontramos com uma realidade que incomoda um pouco, algo que lá no fundo nos faz lembrar que mais um daqueles momentos de prazer passou e que continuamos os mesmos. Falta a paz. Esse sentimento está presente em qualquer pessoa normal. Os presentes parecem nos aproximar mais das pessoas queridas, embora saibamos que ninguém pode comprar paz, amor, dedicação e amizade.

Isso me faz lembrar que o maior presente de Páscoa veio gratuitamente. É bem mais importante que uns poucos, ou muitos, gramas de chocolate e traz consigo uma paz que não termina, que permanece para muito além das datas especiais. Foi Jesus que morreu e ressuscitou para trazer paz ao todo de sua vida e em qualquer situação. É paz na páscoa!

Quando é que você vai receber esse sensacional presente? Basta abrir o coração e firmar um pacto eterno com Ele. A Bíblia diz que se você falar com Ele em uma oração simples, não aquelas decoradas, mas de coração pedir que venha dominar sua vida e controlá-la totalmente de maneira que você o obedeça sempre, então, terá a paz que começa agora mesmo e invade a eternidade, sua eternidade.

Vamos comprar ovos de Páscoa? Pode ser, gosto de chocolate, mas o que me importa agora é ver você voltando para casa depois da festa acabar, pondo a cabeça no travesseiro e percebendo que a decisão de entregar-se a Jesus trouxe a paz que nada antes pôde suprir, mesmo que a tenha procurado…

Aí, sim, será uma bela PáZcoa!

Avaliar, decidir para mudar...

Forte abraço.
Em Cristo,
Ricardo, pastor

Esta meditação foi enviada em 05/04/10 por e-mail.