Somos chamados para esperar no Senhor

21/03/2012

 


Salmo 119.73-80

73 As tuas mãos me fizeram e me formaram; dá-me entendimento para que aprenda os teus mandamentos.
74 Os que te temem me verão e se alegrarão, porque tenho esperado na tua palavra.
75 Bem sei eu, ó Senhor, que os teus juízos são retos, e que em tua fidelidade me afligiste.
76 Sirva, pois, a tua benignidade para me consolar, segundo a palavra que deste ao teu servo.
77 Venham sobre mim as tuas ternas misericórdias, para que eu viva, pois a tua lei é o meu deleite.
78 Envergonhados sejam os soberbos, por me haverem subvertido sem causa; mas eu meditarei nos teus preceitos.
79 Voltem-se para mim os que te temem, para que conheçam os teus testemunhos.
80 Seja perfeito o meu coração nos teus estatutos, para que eu não seja envergonhado.


Quando compramos ou ganhamos um aparelho, ele vem acompanhado (geralmente) do manual de instruções. Esse manual é recheado de dicas de quem fabricou o produto, para que possamos conhecer e saber a melhor forma de usar o produto. No nosso caso, o Criador (Deus), deixou um manual (a Bíblia) recheado de dicas e ideias. Isso porque Ele é quem sabe o melhor para nós. Logo, através da Bíblia podemos conhecer a melhor forma de agir em nossa vida. Além disso, como se fosse um "serviço de atendimento", podemos, em oração, contar com a direção do Espírito Santo, nos moldando e gerando em nós o melhor de Deus, quando deixamos isso ser verdade.

Quando esperamos pelo Senhor, pela manifestação de Sua vontade, pelo cumprimento de Sua palavra, podemos nos alegrar. Nos alegramos com essa realidade em nossa vida e ao ver que outras pessoas caminham na mesma direção, vivendo como irmãos na fé, em Jesus Cristo. Mesmo que seja, como um pai cuidadoso, nos trazendo algumas angústias (aos nossos olhos). Pois com isso, podemos crescer no entendimento da vontade do Senhor. Mesmo que algo pareça ruim aos nossos olhos e não gostemos de viver aquilo, podemos confiar que o Senhor tem o melhor para nós, quando buscamos a Sua vontade. E como um pai cuidadoso, ainda que não gostemos de algo, logo entenderemos o propósito do Senhor para tal situação e veremos o melhor de Deus se manifestar em nossa vida.

Dessa forma, ao buscar no Criador o entendimento do melhor, encontramos a melhor forma de viver esta vida. Ainda que passando por dores, sabemos do cuidado do Senhor e podemos confiar no cumprimento de Suas promessas. Os primeiros cristãos, que morreram por confessar a Cristo, passaram por momentos duros e complicados para testemunhar sua fé. Pagaram com a vida e ainda assim, há relatos de muitos desses irmãos que cantavam até quase o último suspiro, tamanha a paz mesmo em momento tão contrário. Hoje, podemos passar por momentos delicados e nos chatearmos. A chateação não está errada! É da condição humana. O erro é dar mais "ibope" para a chateação do que para a Palavra de Deus. Impedindo até mesmo o Espírito Santo de confortar e acalmar diante da tristeza. Agora, quando confiamos no Senhor e buscamos Nele o melhor, mesmo diante das chateações, podemos ter momentos de grande alegria, dando testemunho do cuidado do Senhor mesmo nos momentos difíceis. E ao compartilharmos como irmãos na fé as coisas que o Senhor nos revela e faz, podemos nos fortalecer mutuamente na busca dessa alegria que estará além do entendimento das pessoas.

Forte abraço.
Em Cristo,
Ricardo, pastor

Esta meditação foi enviada em 21/03/12 por e-mail.