Somos chamados para agradecer

29/02/2012

 

Salmo 92

1 Bom é render graças ao Senhor e cantar louvores ao teu nome, ó Altíssimo,
2 anunciar de manhã a tua benignidade, e à noite a tua fidelidade,
3 sobre um instrumento de dez cordas, e sobre o saltério, ao som solene da harpa.
4 Pois me alegraste, Senhor, pelos teus feitos; exultarei nas obras das tuas mãos.
5 Quão grandes são, ó Senhor, as tuas obras! Quão profundos são os teus pensamentos!
6 O homem néscio não sabe, nem o insensato entende isto:
7 quando os ímpios brotam como a erva, e florescem todos os que praticam a iniquidade, é para serem destruídos para sempre.
8 Mas tu, Senhor, estás nas alturas para sempre.
9 Pois eis que os teus inimigos, Senhor, eis que os teus inimigos perecerão; serão dispersos todos os que praticam a iniquidade.
10 Mas tens exaltado o meu poder, como o do boi selvagem; fui ungido com óleo fresco.
11 Os meus olhos já viram o que é feito dos que me espreitam, e os meus ouvidos já ouviram o que sucedeu aos malfeitores que se levantam contra mim.
12 Os justos florescerão como a palmeira, crescerão como o cedro no Líbano.
13 Estão plantados na casa do Senhor, florescerão nos átrios do nosso Deus.
14 Na velhice ainda darão frutos, serão viçosos e florescentes,
15 para proclamarem que o Senhor é reto. Ele é a minha rocha, e nele não há injustiça.


Não temos informações sobre o autor deste salmo. Nem mesmo sobre que tipo de problemas ele pode ter passado para explicitar com este texto ações de graças. Parece ser algum tipo de perseguição, onde ímpios tentaram algo contra pessoas sérias e até "brotaram", quer dizer, passaram a ter notoriedade, pode ser que pudesse até parecer ter razão ao tentar difamar alguém. Mas logo o Senhor estabeleceu a ordem e esse ímpio, ainda que com alguma notoriedade em sua impiedade, logo deixou de ter suas razões observadas para a vitória da verdade do servo do Senhor. Podemos imaginar isso diante do exposto no vs. 6 e 7.

Independente de ser essa a razão do louvor (a manifestação da verdade e a destruição do pensamento de um ímpio), vemos claramente que este salmo se refere a ação de graças. É momento de louvor, de gratidão. O justo não brota apenas e depois perece. Florescerá como palmeira, como árvore frondosa e alta, que fica firme mesmo em terrenos difíceis, dando testemunho da verdade. O Cedro cresce em picos perigosos no alto das montanhas, desafiando as condições de clima mais complicadas. O Ímpio pode até "brotar" com seu pensamento errado. Mas logo deixará de existir. E o justo, ainda que pareça perecer diante de situações as mais diversas, florescerá, crescerá e será árvore frondosa, dando testemunho do cuidado do Senhor.

Por que é bom reder graças ao Senhor? Podemos pensar em alguns pontos que mostram o quanto é bom fazer isso: porque devemos louvar ao Senhor, porque devemos agradecer por Seu cuidado, por Sua libertação manifestada a nós, porque isso nos traz a memória o que o Senhor já fez, pois ao louvarmos, declaramos muitos de Seus feitos e isso fortalece nossa fé e alegra nosso coração com a certeza do Seu cuidado... Podemos pensar em muitas coisas. Logo, é bom render graças ao Senhor e cantar louvores ao Seu nome.

Fica o convite: louve ao Senhor. Não dê atenção ao ímpio, pois hoje ele pode até parecer firme com seus pensamentos errados, mas logo deixará de atrapalhar a obra. Se você ficar firme no Senhor e realizar a Sua vontade, será como a palmeira ou o cedro e crescerá, terá seu testemunho, realizará grandes obras, independente das dificuldades. Elas podem até aparecer e podem fazer parecer que tudo vai parar, que não vai dar certo. Mas as dificuldades são como a erva que brota e depois desaparece. Por um momento, ela pode até parecer maior que a palmeira ou o cedro, mas logo essas árvores crescem e deixam a erva para trás, até que a erva desaparece. Por um tempo ela até pode tentar impedir o crescimento, "roubar" nutrientes e sol. Mas a erva não tem raiz profunda e logo deixará de atrapalhar. Ainda que a dificuldade possa parecer grande e causar problemas hoje, ela será como a erva, se você estiver debaixo da vontade do Senhor. Logo ela deixará de atrapalhar e você, firme no Senhor, fará sempre o melhor e verá grandes coisas.

Assim, ainda que a dificuldade seja grande hoje, louve! Agradeça! Creia! O Senhor já agiu e continuará assim. As dificuldades podem ser grandes hoje, mas logo você verá o melhor! Siga firme no caminho do Senhor e louve!

 

Forte abraço.
Em Cristo,
Ricardo, pastor

Esta meditação foi enviada em 29/02/12 por e-mail.