Somos chamados para crer no cuidado do Senhor

04/01/2012

 

Leia Jó 38 - 40.2


Conhecemos a história de Jó. Homem temente ao Senhor. Mas o inimigo levanta uma dúvida sobre esse temor e a fidelidade de Jó ao Senhor: Seria porque o próprio Senhor o cercava de bens. Aí, imagina-se que Jó poderia deixar isso de lado se perdesse aquilo que tinha.

Diante desse quadro, o Senhor permite que Jó passe por muitos problemas e privações, muitas dificuldades. E, mesmo angustiado, sofrendo, Jó não blasfema contra Deus. Não estava feliz diante da dificuldade! O que nos mostra que podemos ficar inquietos com as situações, mas isso não pode nos levar a uma desesperança total no cuidado do Senhor!

Quando passamos por essas dificuldades, muitas vezes (se não for em todas) perguntamos: Por que? Queremos saber porque passamos por algo que traz sofrimento. Achamos que precisamos de respostas, que precisamos entender porque acontece aquilo. Mas aprendemos no livro de Jó que podemos não ter essa resposta! Não vemos a intenção de se revelar a Jó a causa dos seus sofrimentos. Assim, aprendemos que precisamos confiar, mesmo sem saber o "porque"...

Mesmo que o "porque" não seja revelado, ainda assim vemos no livro de Jó que Deus se envolve com a realidade do ser humano: Jó e o seu sofrimento são suficientes para que Deus fale com ele. Mesmo sem dizer o "porque", o Senhor se revela e mostra que estava atento ao que acontecia com Jó.

Não é porque fazemos "as coisas certas" que não iremos enfrentar dificuldades. Precisamos confiar no Senhor e saber que Ele cuida de nós em todos os momentos. E mesmo sem ter consciência do "porque" passamos por algo, devemos dedicar ao Senhor nossa confiança, sabendo que Ele mesmo nos dá a força para enfrentarmos, providencia o alívio e nos mostra a solução. Ainda que passemos por dificuldades, confiemos no Senhor!

Forte abraço.
Em Cristo,
Ricardo, pastor

Esta meditação foi enviada em 04/01/12 por e-mail.