Modelo de Oração

14/11/2011

 

3ª parte

Portanto, orai vós deste modo: Pai nosso que estás nos céus, santificado seja o teu nome - Mateus 6.9

Hoje, vamos apenas nos deter na segunda parte do versículo - santificado seja o teu nome.

A santidade pertence ao Senhor. É algo Dele e nós somos chamados a viver dentro do padrão de santidade, direcionados pelo Espírito Santo. E Jesus, depois de declarar intimidade (Pai), revela a santidade que pertence ao nome do Senhor.

Isso nos chama a uma vida de santidade. O Deus que servimos é Santo e nos chama a viver da mesma forma. O Espírito Santo nos convence do pecado, da justiça e do juízo e nos motiva a viver de acordo com a vontade do Senhor. A fugir do pecado e se acontecer o pecado em nossa vida, devemos confessar o pecado, abandonar e buscar a vontade do Senhor. Porque o Senhor é Santo. Porque Ele nos providenciou a forma de sermos santificados, limpos do pecado, em Jesus e espera que aceitemos isso, o sacrifício de Cristo por nós, e que deixemos a prática do pecado.

Santificar é separar. No caso, do que é profano, errado, pecado. Somos separados disso para viver de acordo com a vontade do Senhor. Exatamente porque Ele é Santo, Ele pode nos separar. Ele já está separado do erro e pode nos separar também.

A declaração inicial de Jesus na oração modelo não é nenhuma novidade. Sabemos que Deus é Santo. Isso quer dizer que Jesus está reconhecendo, declarando que reconhece isso no Pai. Quando somos impactados pela Verdade que liberta (Jesus), passamos a reconhecer de fato, e não apenas de palavras, essa santidade e buscamos uma vida em conformidade com os padrões da vontade do Senhor. E tratamos o Senhor com amor, carinho, intimidade, claro, mas sem faltar com respeito!

Não dá para dizer isso apenas com meras palavras. Não dá pra afirmar isso só por afirmar. É preciso reverência para declarar isso! Reconhecer a santidade que há no nome do Senhor é reconhecer Sua santidade e que, se queremos nos relacionar com Deus, que é Santo, devemos buscar esse padrão de santidade. Por isso não dá pra dizer apenas por dizer. É preciso ter consciência que a Santidade de Deus nos chama para vivermos da mesma forma.

Nos aproximamos de Deus, como Pai carinhoso, cuidadoso, mas também nos aproximamos de Deus, o Santo. Quando escrevo que não podemos dizer apenas por dizer, quero deixar claro que só entendemos a profundidade do que dizemos quando nos aproximamos do Senhor com reverência, buscando santidade. Dizer "santificado seja o teu nome" é dizer também: "Cuida de mim. Purifica meu ser. Muda em mim o que está errado. Santifica minha vida!". Aí sim, podemos dizer "santificado seja o teu nome" entendendo o que realmente quer dizer: que devemos nos aproximar de Deus, que é Santo, buscando o padrão de santidade que Ele mesmo nos chama a viver e que Ele mesmo proporciona a forma e nos direciona para tal.

Forte abraço.
Em Cristo,
Ricardo, pastor

Esta meditação foi enviada em 14/11/11 por e-mail.