Somos chamados para ter fé

24/08/2011



Leia Números 13


Muitos buscam a fé quando estão em dificuldade e quando as coisas se acertam, largam as coisas para lá. Mas há aqueles que declaram sua fé quando as coisas estão em ordem e no menor sinal de dificuldade, vacilam naquela que parecia ser uma fé inabalável. Os dois casos não são bons. Afinal, buscar a fé quando tem problemas pode gerar em nós a falsa ilusão que podemos buscar quando temos dificuldades apenas. Há alguns que se convertem em momentos assim e entendem que devem buscar o tempo todo, em bons ou em maus momentos. Mas há aqueles que só buscam no meio da crise e abandonam depois que as coisas se acertam. E os que estão cheios de fé sem problemas e vacilam diante dos mesmos, podem acabar abandonando definitivamente a fé, por não ter profundidade no Evangelho para enfrentar o "dia mal" (Efésios 6.13). Alguns podem colocar as bases da fé genuína, mas muitos casos mostram que a fragilidade da fé pode causar mais desistências que o contrário.

É muito importante termos fé! Não para termos nossos desejos atendidos por Deus como se Ele fosse o "gênio da lâmpada", mas para crescer em comunhão com os irmãos, divulgando a fé e compartilhando uns com os outros aquilo que o Senhor fez e é. Para criarmos as raízes necessárias para o crescimento de nossa estatura cristã. Confiar que o Senhor pode fazer e crer que Ele está no controle, qualquer que seja a situação, a resposta ou o momento. Para que seja assim, temos que viver de forma a agradar ao Senhor. Buscar Sua vontade, a santidade, o crescimento espiritual. Dessa forma, podemos fundamentar a nossa fé com base sólida e não apenas em realizações, em respostas ao que oramos ou diante de necessidades. A fé vai além de esperar o que o Senhor pode fazer: a fé nos leva a buscar o Senhor que pode fazer e não apenas o que Ele pode fazer. A busca muda: não buscamos apenas a bênção, mas Aquele que pode nos abençoar.

Forte abraço.
Em Cristo,
Ricardo, pastor



Esta meditação foi enviada em 24/08/11 por e-mail.