As coisas acontecem, se seguimos fazendo a vontade do Senhor

18/01/2011

 

Atos dos Apóstolos 16.11-15

11 Navegando, pois, de Trôade, fomos em direitura a Samotrácia, e no dia seguinte a Neápolis;
12 e dali para Filipos, que é a primeira cidade desse distrito da Macedônia, e colônia romana; e estivemos alguns dias nessa cidade.
13 No sábado, saímos portas afora para a beira do rio, onde julgávamos haver um lugar de oração e, sentados, falávamos às mulheres ali reunidas.
14 E certa mulher chamada Lídia, vendedora de púrpura, da cidade de Tiatira, e que temia a Deus, nos escutava e o Senhor lhe abriu o coração para atender às coisas que Paulo dizia.
15 Depois que foi batizada, ela e a sua casa, rogou-nos, dizendo: Se haveis julgado que eu sou fiel ao Senhor, entrai em minha casa, e ficai ali. E nos constrangeu a isso.

Era interesse da comitiva passar em alguns lugares. No texto da semana passada, vimos que havia impedimentos, e eles entenderam como direção do Senhor, que confirmou para onde deveriam ir. Era para ir para a Macedônia e eles seguem nessa direção, chegando ao lugar onde começar o trabalho. Ali, o Senhor já preparava o terreno para o desenvolvimento do trabalho.

O texto de hoje mostra como o Senhor já estava cuidando de tudo. Afinal, uma mulher temente ao Senhor ouve a mensagem e aceita a pregação. Havia quem queria conhecer mais do Senhor e a pregação permitiu isso. Ao conhecer mais, essa mulher temente ao Senhor é batizada e insiste para que fiquem na casa dela. Lídia acolhe os viajantes que estavam realizando a obra do Senhor em sua casa.

O Senhor preparou o local da pregação e eles foram para lá. Preparou os corações para que a mensagem começasse a ser pregada e aceita por lá. E assim foi. E, além disso, preparou local, uma casa, para que os viajantes missionários pudessem ficar. Quando fazemos o que é vontade do Senhor e temos nossa vida também de acordo com esse querer, o Senhor mesmo prepara tudo. Basta deixarmos Ele agir, em nós e através de nós. Precisamos discernir qual é o desejo do Senhor e nos dispor a essa realização. Diante disso, o Senhor completará essa obra. Ele pode, claro, fazer até mesmo sem nossa disposição! Mas Ele nos escolhe e nos chama para tal. Que possamos discernir, realizar e confiar no cuidado do Senhor em cada passo de nosso trabalho missionário, em casa, na rua, no bairro, na cidade, no trabalho, no local de estudos..., por onde o Senhor nos permitir andar, quem sabe "até os confins da Terra"!

Forte abraço.
Em Cristo,
Ricardo, pastor

Esta meditação foi enviada em 18/01/11 por e-mail.