Oração - o poder de Deus para transformar

17/01/2011

 

1ª parte

A meditação que segue tem como base uma parte do livro Ocupado demais para deixar de orar, de Bill Hybels, além, é claro, se observações pessoais:

João 16.25-33

Se você, nesse momento, pudesse fazer um pedido ao Senhor com a certeza de que Ele atenderia, qual seria o seu pedido?

Mas, você crê que Deus é poderoso e que realiza os Seus prodígios no correr da história e que Ele está preocupado com você, certo? Você tem apresentado diante Dele os seus pedidos porque crê que Ele responde, senão não faria isso!

Agora, por que às vezes temos a impressão que Ele atende os pedidos de uns e de outros não? E por que apresentamos diante Dele o nosso pedido, mas não esperamos uma resposta e já começamos a agir por conta própria?

Primeiro Ponto: Salmo 37.4! Para termos resposta, precisamos nos agradar do Senhor, isto é, entregar o nosso caminho a Ele, buscar entender o que é vontade Dele, e aí Ele responderá os desejos do nosso coração. Não simplesmente o que eu quero! Porque se eu buscar o que é vontade do Senhor, o meu coração vai querer o que Ele quer e não desejos simplesmente pessoais, mas sim a vontade do Senhor (Filipenses 2.13). Não pode ser simplesmente o desejo do meu coração enquanto ser humano, pois corro o risco de querer coisas erradas, mas deve ser o desejo do Senhor gerado em nosso coração (Provérbios 16.1).

Segundo Ponto: João 14.13-15! Pedir, crendo! Se nossa vida está nas mãos do Senhor e Ele nos dirige, vamos fazer os pedidos segundo a vontade Dele. Assim, o Seu nome será glorificado! Mas precisamos acreditar que Deus pode fazer. Não adianta pedir simplesmente por pedir. É necessário crer!

Continuamos essa meditação na próxima semana, permitindo o Senhor!

Forte abraço.
Em Cristo,
Ricardo, pastor

Esta meditação foi enviada em 17/01/11 por e-mail.