Nem sempre vamos fazer...

11/01/2011

 

Atos dos Apóstolos 16.6-10

6 Atravessaram a região frígio-gálata, tendo sido impedidos pelo Espírito Santo de anunciar a palavra na Ásia;
7 e tendo chegado diante da Mísia, tentavam ir para Bitínia, mas o Espírito de Jesus não lho permitiu.
8 Então, passando pela Mísia, desceram a Trôade.
9 De noite apareceu a Paulo esta visão: estava ali em pé um homem da Macedônia, que lhe rogava: Passa à Macedônia e ajuda-nos.
10 E quando ele teve esta visão, procurávamos logo partir para a Macedônia, concluindo que Deus nos havia chamado para lhes anunciarmos o evangelho.

Paulo segue em suas viagens, levando a mensagem do Evangelho, fortalecendo as comunidades já formadas, com outras pessoas. Seguem planos, entendem que devem passar por alguns lugares. Estão prontos para esse trabalho, mas em alguns lugares a viagem parece que "não é bem sucedida". Ou não conseguem ir ou não conseguem pregar. Mas entenderam que era alguma direção dada pelo próprio Senhor, através do Espírito Santo. Logo, essa história de que parecia que não estava sendo bem sucedida não é fato, pois apesar de não estarem conseguindo fazer, não conseguiam por vontade do Senhor.

Quantas tarefas entendemos que temos que realizar. Quantos eventos e encontros queremos fazer, entendemos que será muito bom, importante, mas ainda assim, algo "dá errado". Há alguns impedimentos, pessoas não comparecem. E ficamos com a impressão que algo deu errado. Há questões de impedimentos espirituais, o inimigo pode tentar atrapalhar e temos que lutar contra isso! Só que nos esquecemos de entender se realmente é vontade do Senhor que aconteça algo. Só porque é bom, porque não é errado, não quer dizer que devemos fazer. Não é porque deu certo com outras pessoas e em outros lugares, que deve ser igual conosco. Só se realmente for a vontade do Senhor. E porque não "deu certo", não quer dizer que falhamos na execução ou houve qualquer tentativa do inimigo contra! Mas pode ser que o Senhor tenha outros planos. Claro que temos que ter "sintonia fina" nas coisas espirituais para entendermos se realmente foi o Senhor que entendeu que deveria ser diferente ou se temos que nos acertar para fazer o melhor. Mas quando vivemos debaixo da vontade do Senhor, conseguimos entender isso. Temos que buscar no Senhor!

No final, veio a confirmação de qual era a vontade do Senhor, através de uma visão. Era necessário estar pronto para realizar o querer do Senhor e deixar os planos pessoais. Precisamos entender essa vontade para sempre fazer o que realmente é querer do Senhor para nós. Sempre insisto em muitas mensagens: temos que ir além de fazer o certo ou o bom! Temos que fazer a vontade do Senhor. Não é porque não é errado ou porque é bom que temos que fazer necessariamente. Temos que fugir do erro, e dentro do que é certo ou bom, discernir qual é o desejo do Senhor para nossa vida em particular e em nossa disposição comunitária. Fazer a vontade do Senhor é ir além de fazer o bom ou o certo. É entender o Seu querer para cada situação e cada pessoa. Que possamos discernir e fazer sempre a vontade do Senhor!

Forte abraço.
Em Cristo,
Ricardo, pastor

Esta meditação foi enviada em 11/01/11 por e-mail.