Somos chamados para a Alegria

18/08/2010


Filipenses 4.4-8

4 Regozijai-vos sempre no Senhor; outra vez digo, regozijai-vos.
5 Seja a vossa moderação conhecida de todos os homens. Perto está o Senhor.
6 Não andeis ansiosos por coisa alguma; antes, em tudo sejam os vossos pedidos conhecidos diante de Deus pela oração e súplica, com ações de graças;
7 e a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos pensamentos em Cristo Jesus.
8 Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai.


Independente de momentos difíceis, somos convidados/as a viver em alegria, em regozijo. E o próprio Senhor gera em nós essa alegria, se deixarmos Ele agir! Ele está perto, tanto no sentido de que podemos achá-Lo, como no sentido de que logo voltará. Nele está a nossa alegria. Paulo, quando escreve isso, possivelmente está preso! Logo, alegre no Senhor, mesmo diante da adversidade!

Não devemos guardar em nós as nossas inquietações, os nossos problemas. Passaremos por aflições! Não há erro em notar essas inquietações e até se sentir chateado/a com elas. Mas devemos apresentar as mesmas diante do Senhor e deixar Ele cuidar de cada uma, crendo no Seu cuidado. Por mais difícil e chato que seja o momento que passamos, não há o que o Senhor não possa resolver!

Ao notarmos o problema, normalmente vamos nos chatear. E não há erro nisso. Se o fosse, muitos salmistas cometeram erros no texto dos seus salmos, porque falam também da sua chateação! O erro é ficar remoendo essa chateação! Ao nos depararmos com isso, não devemos nos manter inquietos, mas sim apresentar nossa inquietação ao Senhor, como vemos em muitos Salmos. Assim, poderemos realmente experimentar a Paz que está acima de qualquer entendimento humano. Ainda que pareça que não há como nos mantermos em paz diante do problema, ainda que qualquer ser humano sentisse dificuldade de seguir em paz, nós teremos essa paz. Dessa forma, será mais fácil seguir o que diz o texto no versículo 8.

Que possamos nos alegrar no Senhor! Que, ao identificarmos um problema, uma chateação, nos lembremos que Ele está perto e espera que apresentemos os nossos problemas, em vez de ficar remoendo os mesmos, para que Ele dê a solução, nos dando a Sua paz, alegria, para que possamos ter em nosso pensamento "tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama", aquilo que possa apresentar "alguma virtude" e "algum louvor", isso sim deve ficar em nosso pensamento. As preocupações devem ser deixadas diante do Senhor!


Forte abraço.
Em Cristo,
Ricardo, pastor

Esta meditação foi enviada em 18/08/10 por e-mail.