As cadeias se abrem e você é liberto!

27/07/2010


Atos dos Apóstolos 12.1-8

1 Por aquele mesmo tempo, o rei Herodes estendeu as mãos sobre alguns da igreja, para os maltratar;
2 e matou à espada Tiago, irmão de João.
3 Vendo que isso agradava aos judeus, continuou, mandando prender também a Pedro. Eram, então, os dias dos pães asmos.
4 E, havendo-o prendido, lançou-o na prisão, entregando-o a quatro grupos de quatro soldados cada um para o guardarem, tencionando apresentá-lo ao povo depois da páscoa.
5 Pedro, pois, estava guardado na prisão; mas a igreja orava com insistência a Deus por ele.
6 Ora, quando Herodes estava para apresentá-lo, nessa mesma noite estava Pedro dormindo entre dois soldados, acorrentado com duas cadeias e as sentinelas diante da porta guardavam a prisão.
7 E eis que sobreveio um anjo do Senhor, e uma luz resplandeceu na prisão; e ele, tocando no lado de Pedro, o despertou, dizendo: Levanta-te depressa. E caíram-lhe das mãos as cadeias.
8 Disse-lhe ainda o anjo: Cinge-te e calça as tuas sandálias. E ele o fez. Disse-lhe mais: Cobre-te com a tua capa e segue-me.


A diferença em cristãos e judeus já estava mais que estabelecida e reconhecida! E Herodes já tinha notado que os judeus gostavam quando os cristãos eram perseguidos. Afinal, imaginava-se o grupo dos cristãos era apenas um grupo de hereges que estava mantendo algumas coisas do judaísmo, mas seria apenas um grupo de hereges. Era assim que se via naqueles dias e por isso os judeus estavam contentes com a perseguição aos cristãos, pois assim aqueles que estavam denegrindo a imagem de Deus estavam recebendo o justo pagamento por sua heresia. Apenas explicando o pensamento da época!

Depois de perseguir e matar alguns da igreja, Herodes ainda prende Pedro. Perto da Páscoa, com a ideia de mostrar Pedro ao povo na Páscoa, como no caso da libertação (ou não) de um criminoso. Como quando Jesus e Barrabás são apresentados. Era mais para fazer cena com os judeus, tentar conquistar ainda mais a simpatia.

Mas entra em cena o Senhor! Pedro está muito bem preso! Com cadeias, no caso, podemos pensar em correntes e algemas, para que possamos visualizar a cena.  Não tinha como sair dali, a não ser para o "show" de apresentação ao povo. Só que para Deus não existe impossíveis! Assim, Pedro está no final do nosso texto completamente livre e pronto para ir embora! Todas as correntes e algemas não foram suficientes para as "chaves" que o Senhor tinha enviado! Da mesma forma, não há nada que possa nos prender. Basta o Senhor nos libertar e verdadeiramente somos livres. Podemos viver em liberdade, como nos chama a Bíblia. Isso não quer dizer que sempre contaremos com libertações. Não é obrigatório! Muitos presos foram parar na arena e viraram petisco de leão. Mesmo assim, o Senhor cuidou de cada um e fez a obra. Agora, das cadeias do pecado, da injustiça, do que é contrário ao querer do Senhor, podemos contar sempre com a libertação da parte de Deus para nossa vida! Para que possamos testemunhar a liberdade que temos no Senhor. Viva essa liberdade, esteja pronto para ela e, como no final do texto, fazendo analogia, siga o Senhor!

Forte abraço.
Em Cristo,
Ricardo, pastor

Esta meditação foi enviada em 27/07/10 por e-mail.