Somos chamados para acreditar

02/06/2010

 

Mateus 8.23-27

23 E, entrando ele no barco, seus discípulos o seguiram.
24 E eis que se levantou no mar tão grande tempestade que o barco era coberto pelas ondas; ele, porém, estava dormindo.
25 Os discípulos, pois, aproximando-se, o despertaram, dizendo: Salva-nos, Senhor, que estamos perecendo.
26 Ele lhes respondeu: Por que temeis, homens de pouca fé? Então, levantando-se, repreendeu os ventos e o mar, e seguiu-se grande bonança.
27 E aqueles homens se maravilharam, dizendo: Que homem é este, que até os ventos e o mar lhe obedecem?


Os discípulos seguiam Jesus. Havia algo especial em Suas palavras e ações. Ele falava com autoridade, dava esperança, era alguém digno de ser seguido. E quando entra no barco, os discípulos seguem atrás dele.

No meio da viagem, do passeio, uma tempestade aborda o barco. O barco era quase engolido pelas ondas que se formavam. Vento, chuva, a água de onde navegavam, tudo assustava agora. Os discípulos lembraram que Jesus era diferente, era digno de nota, de ser seguido. Fazia milagres! Era hora de agir em favor do grupo ali reunido, que O seguia! Mas quando olharam para Jesus, descobriram que Ele estava dormindo, alheio ao que estava acontecendo.

Os discípulos, que acreditavam que Jesus poderia fazer algo, O acordam, preocupados com o que estava acontecendo e pedindo ajuda! A primeira reação de Jesus é questionar a fé dos discípulos. Depois, repreende o mar e os ventos, fazendo que a calma imperasse. E apesar de saberem que Jesus era diferente, que Ele poderia fazer algo, ainda assim se assustam com o que acontece. Provando que naquele momento eles mais tinham medo e queriam tentar algo do que acreditavam desde o começo que Jesus poderia fazer algo. Ou eles pensavam que Ele faria outra coisa. Não dá para ter certeza. O que podemos notar é que apesar de chamarem Jesus diante da dificuldade, ainda assim eles ficaram assustados com o que aconteceu!

Precisamos acreditar! Há momentos na vida que são realmente complicados. Mas precisamos acreditar que a tempestade vai passar! Não devemos apenas esperar que ela passe! Os discípulos, ao menos, procuraram Jesus! O que eles pensavam que poderia acontecer, não sei mesmo! Afinal, ficaram assustados com o que aconteceu. Mas eles sabiam que pelo menos precisavam falar com Jesus. Quando passamos por dificuldades, temos que fazer algo, a nossa parte! Pode até ser necessário um milagre para mudar o quadro. Mas, mesmo precisando de um milagre, não podemos apenas esperar. Ao menos, devemos buscar em Deus! Fazer a nossa parte. Não podemos apenas esperar ou ficar lamentando. Precisamos ir na direção da solução. E acreditar que podemos encontrar a solução, ainda que não saibamos como será ou como vai acontecer. Mesmo que nos surpreenda o que acontecer! Mas precisamos ir em busca da resposta, da solução. Quando buscamos, demonstramos que acreditamos que algo pode acontecer. Então, acredite que a solução está esperando por você. Busque, afinal o ato de buscar demonstra que você acredita que quer encontrar!


Forte abraço.
Em Cristo,
Ricardo, pastor

Esta meditação foi enviada em 02/06/10 por e-mail.