Somos chamados para sinceridade

19/05/2010

 

Zacarias 7.1-7

1 No ano quarto do rei Dario, veio a palavra do Senhor a Zacarias, no dia quarto do nono mês, que é quisleu.
2 Ora, o povo de Betel tinha enviado Sarezer, e Regem-Meleque, e os seus homens, para suplicarem o favor do Senhor,
3 e para dizerem aos sacerdotes, que estavam na casa do Senhor dos exércitos, e aos profetas: Chorarei eu no quinto mês, com jejum, como o tenho feito por tantos anos?
4 Então, a palavra do Senhor dos exércitos veio a mim, dizendo:
5 Fala a todo o povo desta terra, e aos sacerdotes, dizendo: Quando jejuastes e pranteastes, no quinto e no sétimo mês, durante estes setenta anos, acaso foi mesmo para mim que jejuastes?
6 Ou quando comeis e quando bebeis, não é para vós mesmos que comeis e bebeis?
7 Não eram estas as palavras que o Senhor proferiu por intermédio dos profetas antigos, quando Jerusalém estava habitada e próspera, juntamente com as suas cidades ao redor dela, e quando o Sul e a campina eram habitados?


O chamado para realizar a vontade do Senhor vai além das aparências. Há muitas pessoas que parecem piedosas e apresentam aparentemente uma boa espiritualidade. Muitos acham que há sinceridade. E outros, que parecem mais "despojados", parecem menos espirituais aos olhos de muitos.

O problema é que não somos chamados para parecer algo. Somos chamados para ser! E como diz um ditado: "as aparências enganam". Logo, precisamos tomar cuidado com o que parece ser algo bom. Há muitos que parecem sérios e que na verdade não são e há outros que parecem "perdidos" que podem surpreender! Afinal, Deus usa as coisas loucas do mundo para envergonhar as sábias, não é? Leia 1 Coríntios 1.26-29!

A aparência pode enganar aos seres humanos. Usos e costumes podem gerar uma falsa ilusão de vida que busca a santidade. Viver de acordo com a vontade de Deus é ir além de "seguir regrinhas". Se fosse para seguir regras apenas, a época da Lei continuava vigorando! Mas vivemos a Era da Graça. Parece mais fácil para nós observarmos a espiritualidade com regrinhas, mas Deus nos chama a viver com sinceridade a Sua vontade e Palavra. Não apenas por regrinhas, mas por estilo, filosofia de vida!

Assim, deixe de tentar observar apenas o que está por fora, aparente. Não tente apenas mostrar espiritualidade para os outros. Viva essa espiritualidade e será natural a demonstração. E mesmo que as pessoas achem algo estranho, até mesmo em Jesus se achou muita coisa estranha pelos "espirituais" de Seu tempo. Viva com sinceridade da vontade de Deus em sua vida.


Forte abraço.
Em Cristo,
Ricardo, pastor

Esta meditação foi enviada em 19/05/10 por e-mail.