"É só esperar acontecer"...

18/05/2010


Atos dos Apóstolos 9.31-35

31 Assim, pois, a igreja em toda a Judéia, Galiléia e Samaria, tinha paz, sendo edificada, e andando no temor do Senhor; e, pelo auxílio do Espírito Santo, se multiplicava.
32 E aconteceu que, passando Pedro por toda parte, veio também aos santos que habitavam em Lida.
33 Achou ali certo homem, chamado Enéias, que havia oito anos jazia numa cama, porque era paralítico.
34 Disse-lhe Pedro: Enéias, Jesus Cristo te cura; levanta e faze a tua cama. E logo se levantou.
35 E viram-no todos os que habitavam em Lida e Sarona, os quais se converteram ao Senhor.


Depois da conversão de Saulo, parece que quem se opunha ao cristianismo "tirou o pé do acelerador" na perseguição, na busca por prender esses que falavam em nome de Jesus. Alguns tentaram deter Saulo, pois seu testemunho de conversão poderia atrapalhar muito os planos de por fim a esse grupo. Um perseguidor que se converte? Seria algo problemático. Mas não conseguiram. Os cristãos que, num primeiro momento, estavam preocupados que a conversão fosse uma farsa, começam a notar que Saulo realmente tem uma posição diferente. Logo, o movimento de perseguição sofre um golpe muito duro e, com isso, a Igreja que nasceu passa por um tempo de tranquilidade, digamos assim, com a chance de crescer em número de fiéis, avançar sem a preocupação exagerada com a perseguição, contando com o testemunho de um perseguidor que agora poderá ser perseguido (e não era qualquer um!), sempre debaixo da orientação e contando com o auxílio do Espírito Santo.

No texto de nossa meditação vemos uma cura. Uma pessoa que há oito anos estava na cama, paralítico. É claro que algo assim chama a atenção! E muitos dos que conheciam aquele homem e sabiam de sua situação passam a crer no Evangelho diante dessa cura. Logo, algo assim pode dar um testemunho muito valioso!

Hoje em dia, muitos querem viver situações como as descritas em Atos. Mas será que as pessoas estão prontas a pagar o preço de busca, de estar até mesmo pronto para se entregar em uma perseguição? Será que há quem entenda as coisas assim? Hoje cedo mesmo, ouvi na rádio um comentário de um analista que dá conselhos na área de trabalho. E a pessoa que pediu o conselho estava preocupada sobre dar testemunho em uma audiência, pois uma pessoa que trabalhava junto foi demitida e entrou com ação. Mas a pessoa que pediu conselho estava preocupada porque teria que falar como testemunha da empresa. Logo, se havia preocupação, acredito que a empresa estava errada, mas a pessoa tinha medo de dizer a realidade e perder o emprego. O próprio consultor disse que cada um tem avaliar se pode ou não correr o risco de perder o emprego em uma situação dessas.

Infelizmente, vejo e fico sabendo que até mesmo no cristianismo há quem tenha pensamento assim. Pensam que não podem dizer exatamente a verdade para não perder algo. Mas aí perdem para a eternidade! Perdem a chance de viver o que aqueles primeiros cristãos viveram nos dias do livro de Atos. Não dá pra servir a dois senhores, diz a Bíblia! Mesmo no trabalho, na família, na escola, no trânsito ou em qualquer coisa que se faça, não dá pra servir a dois senhores: se você busca servir a Deus, não pode agir de forma errada em lugar nenhum, em situação nenhuma! Quem me conhece sabe o quanto eu fiquei triste por meu time ser campeão brasileiro em 2005. Acho que aquele campeonato foi manchado e o campeão deveria ter sido outro. Não é porque o que aconteceu foi a favor do meu time que fiquei feliz! Não posso querer moralização se quando é a meu favor, tenho que agir diferente! Se não gosto quando alguém me dá troco errado, devolvendo menos do que deveria, quando me entregam além do que deveria, também falo e devolvo! Não posso achar que pode quando é a meu favor e não pode quando é contra! Se pode, pode sempre! Se não pode, não pode nunca!

Além disso, alguns agem de má fé, criando situações, inventando estórias de curas e afins. Quer dizer: se não acontece de verdade, quer porque não é a vontade do Senhor para aquele momento (não é porque tudo está em ordem em sua vida que tem que acontecer! Tem que ser vontade de Deus para aquele momento), ou porque as pessoas não buscam da forma correta, tem que inventar algo pra chamar a atenção. Isso é errado também. Por misericórdia pode acontecer algo como no filme "fé demais não cheira bem". Mas por misericórdia mesmo! Não há como viver as coisas descritas em Atos se não buscarmos a Deus da forma correta: com completa vontade de fazer a Sua vontade, aconteça o que acontecer! E esperar pela manifestação disso, porque mesmo com essa disposição, Deus não é obrigado a agir! Ele fará quando for o momento certo. Quando estivermos prontos para qualquer coisa por realizarmos a vontade do Senhor, aí sim poderemos viver dias como esses de Atos. Não porque se vivermos Deus fará, mas porque Ele só fará se vivermos assim. E fará quando Ele quiser! Temos que viver da forma correta e deixar o Senhor agir na hora e no tempo Dele.

Forte abraço.
Em Cristo,
Ricardo, pastor

Esta meditação foi enviada em 18/05/10 por e-mail.