Conhecer e Obedecer

27/04/2010


Atos dos Apóstolos 9.10-19

10 Ora, havia em Damasco certo discípulo chamado Ananias; e disse-lhe o Senhor em visão: Ananias! Respondeu ele: Eis-me aqui, Senhor.
11 Ordenou-lhe o Senhor: Levanta-te, vai à rua chamada Direita e procura em casa de Judas um homem de Tarso chamado Saulo; pois eis que ele está orando;
12 e viu um homem chamado Ananias entrar e impor-lhe as mãos, para que recuperasse a vista.
13 Respondeu Ananias: Senhor, de muitos ouvi acerca desse homem, quantos males tem feito aos teus santos em Jerusalém;
14 e aqui tem poder dos principais sacerdotes para prender a todos os que invocam o teu nome.
15 Disse-lhe, porém, o Senhor: Vai, porque este é para mim um vaso escolhido, para levar o meu nome perante os gentios, os reis e os filhos de Israel;
16 pois eu lhe mostrarei quanto lhe cumpre padecer pelo meu nome.
17 Partiu Ananias e entrou na casa e, impondo-lhe as mãos, disse: Irmão Saulo, o Senhor Jesus, que te apareceu no caminho por onde vinhas, enviou-me para que tornes a ver e sejas cheio do Espírito Santo.
18 Logo lhe caíram dos olhos como que umas escamas e recuperou a vista; então, levantando-se, foi batizado.
19 E, tendo tomado alimento, ficou fortalecido. Depois, demorou-se alguns dias com os discípulos que estavam em Damasco.


Agora, vemos duas visões: uma, de Saulo, que orando viu alguém com o nome de Ananias impondo as mãos sobre ele para que voltasse a ver, e a de Ananias, que recebe a tarefa para ir realizar essa obra. Saulo, sem comer, cego, depois da experiência no caminho perto de Damasco, teve a visão do que iria ocorrer em seguida com ele, revelou o Senhor a Ananias. Não esqueçamos que Saulo era judeu devoto, vivia realmente a experiência do judaísmo e sabia buscar ao Senhor. Ainda não entendia que o cumprimento da profecia sobre o Messias tinha tido lugar em Jesus, mas ele sabia buscar ao Senhor. E era necessário que ele tivesse confirmação nesse momento da parte do Senhor que algo precisava mesmo ser revisto em sua caminhada. Assim, ele recebe a visão quando está em oração de que Ananias viria para fazer imposição de mãos e ele voltaria a ver. A visita de Ananias seria a confirmação!

Por um momento Ananias tem medo de sua missão. Sabe da fama de Saulo, sabe o que ele foi fazer naquele lugar. E fica preocupado com essa situação. Mas o Senhor o conforta e deixa claro que Saulo teria outra posição daquele momento em diante. O Senhor foi bondoso diante da inquietação de Ananias e deu a informação que parecia importante e necessária. Mas há momentos que o Senhor nos dá a direção do que fazer e, por mais absurdo que pareça, nós devemos apenas obedecer, sem nem ter uma pequena informação. Ananias teve uma informação e claro que isso pode acontecer com outras pessoas. Mas sei que nem sempre temos isso. Quando recebemos uma orientação do Senhor, mesmo que pareça loucura, apenas devemos confiar e realizar!

O cumprimento da visão de Saulo com a resposta positiva de Ananias diante da visão que o Senhor lhe deu permite que Saulo volte a ver e ele já é batizado. E fica alguns dias em Damasco, aprendendo mais sobre a parte do ensinamento que ele não conhece, ainda não vive, que seria a partir da mensagem de Jesus.

Lições diante deste texto - Como Saulo, em momentos de crise, devemos buscar ao Senhor. Claro que não apenas em momentos assim, mas especialmente em momentos de crise. Saulo buscou ao Senhor em oração e teve a visão de como sua situação seria alterada. A partir desse momento, aguardou o cumprimento, e nos ensina a fazer o mesmo: há momentos que devemos aguardar o cumprimento de algo da parte do Senhor em nossa vida. Como Ananias, devemos aceitar o desafio do Senhor, por mais estranho que pareça, quer tenhamos explicações ou não para tal realização. E por fim, como Saulo, devemos buscar entendimento e conhecimento das coisas do Senhor, não apenas nos primeiros momentos após a conversão, mas em todo o tempo.

Forte abraço.
Em Cristo,
Ricardo, pastor

Esta meditação foi enviada em 27/04/10 por e-mail.