Música - Ministrando ao Senhor

12/04/2010

 

Faz algum tempo que enviamos músicas nas segundas e deixamos em nossa página principal em Português durante a semana (clique aqui para ver nossa página principal em Português). Mas neste momento, vamos mudar um pouco. E durante um tempo, sempre que trocarmos a música, avisaremos antes de iniciar a meditação do dia e indicaremos a página de créditos da música.

Utilizaremos este espaço nas segundas-feiras para temas livres. Talvez durante algumas semanas seguindo um tema, talvez um tema que se encerre com uma meditação.

Iniciamos esta nova fase das segundas, para não romper totalmente com o que vinha acontecendo, com algumas meditações sobre Música e a Ministração ao Senhor.

“O número deles, juntamente com seus irmãos instruídos no canto do SENHOR, todos eles mestres, era de duzentos e oitenta e oito.” – 1 Cronicas 25.7

“Vós, porém, sois raça eleita, sacerdócio real, nação santa, povo de propriedade exclusiva de Deus, a fim de proclamardes as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz;” - 1 Pedro 2.9


Muito se fala em Louvor, Adoração, Momento de Louvor e/ou Adoração, Cânticos de Louvor e Adoração e assim por diante, mas pouco ou nenhum entendimento há sobre o que é Louvor e o que é Adoração, qual a diferença entre esses dois aspectos da exaltação ao nosso Deus.

Qual a importância disso na vida da Igreja, ou mais ainda, na vida do cristão? Qual é o correto? Como isso surge no coração do cristão, e na vida da igreja? Louvar é cantar? São perguntas que nos levam a um aprofundamento maior, e a uma busca do que é realmente “Adorar em Espírito e em Verdade”.

Nas próximas semanas, vamos conversar um pouco sobre o assunto. Não temos a preensão de esgotar. Mas queremos, com este espaço, dar algumas dicas e, quem sabe, receber por email algumas contribuições.

MEU PRAZER

Márcio Pereira (Adoração 7 – Filho do Homem –Ministério Koinonya de Louvor)

Em Espírito, em Verdade,
Te adoramos, te adoramos

Rei dos reis e Senhor
Te entregamos nosso viver

Pra te adorar, ó Rei dos reis
Foi que eu nasci, ó Rei Jesus
Meu prazer é te louvar,
Meu prazer é estar
Nos átrios do Senhor
Meu prazer é viver na Casa de Deus,
Onde flui o amor (ministrando o louvor)

Forte abraço.
Em Cristo,
Ricardo, pastor

 

Esta meditação foi enviada em 12/04/10 por e-mail.