Somos chamados para atender ao chamado do Senhor

24/03/2010

 

Jonas 1.1-3

1 Ora, veio a palavra do Senhor a Jonas, filho de Amitai, dizendo:
2 Levanta-te, vai à grande cidade de Nínive e clama contra ela, porque a sua malícia subiu até mim.
3 Jonas, porém, levantou-se para fugir da presença do Senhor para Társis. E, descendo a Jope, achou um navio que ia para Társis; pagou, pois, a sua passagem e desceu para dentro dele, para ir com eles para Társis, da presença do Senhor.


Conhecemos a história de Jonas. Parte de sua história é contada nas salas de educação infantil nas nossas comunidades. Mas vale resumir, claro: ele recebe um chamado da parte de Deus, tenta fugir desse chamado, o barco que ele viaja é atingido por uma tempestade. Quando está perto de afundar (pois já começam a aliviar a carga), os que estão na embarcação acreditam que se puderem descobrir se aquela tormenta se dava por conta de um dos passageiros, que eles poderiam, quem sabe, resolver o problema. Eles "tiram as sortes" para descobrir de quem é a culpa e o método usado revela que a culpa é de Jonas, que antes dormia, mesmo no meio da tormenta, enquanto todos os demais estavam preocupados. Jonas é lançado no mar e um peixe grande o engole! Passa lá 3 dias e ora ao Senhor, sendo depois "vomitado" na terra. Mais uma vez o Senhor dá a ele a responsabilidade de ir até Ninive e Jonas vai dessa vez. Mas sabe que a cidade é pecadora e sabe também que se a sua pregação for aceita, o Senhor irá perdoar o povo! Mas ele já tinha entendido que não podia fugir do chamado e fez sua pregação por lá. Andava pela cidade anunciando sua destruição. Mas foi suficiente para o arrependimento e, claro, para o perdão do Senhor naquele momento. Jonas fica revoltado porque sua proclamação era de destruição da cidade e não um chamado ao arrependimento, mas com esse último, a destruição não aconteceria. Deprimido, ainda queria saber o que ocorreria com a cidade e desfruta da sombra de uma aboboreira que nasce depois que ele monta sua barraca. Mas a aboboreira morre e Jonas mais uma vez fica irado. E Deus lhe dá a lição derradeira, neste evento: se ele se importava com a aboboreira, que ele não teve trabalho nenhum e que existia há pouco tempo, quanto mais Deus iria se preocupar com pessoas que queriam mudar de vida!

Acho que em nossos dias, temos muitos "Jonas", que esperam apenas a destruição de quem comete erros, em vez de esperar pela conversão e mudança de atitude. Quando alguém erra, parece que a torcida é para que o erro permaneça, parece que mesmo que a pessoa se arrependa, ainda assim achamos errado, que algo está fora do contexto. Mas, pela lição que é dada a Jonas, na época da Lei, devemos meditar e buscar novas lições hoje em dia em situações de erro e conversão, já que hoje vivemos debaixo da Graça...

Mas não pretendo me alongar nesse ponto. Quero registrar o que diz o título de nossa meditação: Somos chamados para atender a chamado do Senhor. No caso de Jonas, quando ele tentou fugir do chamado, Deus o colocou em situação complicada e ele teve que atender. Pode ser que aconteça em nossos dias a mesma coisa: se temos uma tarefa dada pelo Senhor e fugimos de sua execução podemos, como foi com Jonas, passar por situações complicadas, até atendermos ao chamado.

Mas não espere por isso! Pode ser que a tribulação não seja com essa direção, pode ser apenas uma situação comum do dia a dia, que nos ajuda a crescer, a ter novas experiências e até a ajudar mais pessoas na caminhada. Esperar pela dificuldade para depois atender ao chamado de Deus é esperar muito tempo! Milagrosamente, Jonas ainda teve como atender ao chamado. Mas será que teremos a mesma chance? Por isso, não espere! Se Deus te chama para algo, faça!

Muitas vezes pensamos que Deus irá nos chamar para o ministério ou para missões. Ou ainda, quem sabe, para trabalhos mais destacados na comunidade de fé. Mas esse chamado passa por todas as coisas de nossa vida, pois somos testemunhos vivos da obra de Deus!

Ir para uma determinada faculdade ou determinado curso profissionalizante, ir a determinado local, tomar determinadas atitudes... Não necessariamente o chamado será para o ministério ou afins! Pode ser para as menores coisas do seu dia a dia. Pode ser para deixar algo que parece certo, mas que está errado em sua vida. Uma daquelas coisas que socialmente poderá até parecer certo, mas que não é o melhor de Deus para você (pode ser para outro, mas não para você) e Ele está te chamando a dizer sim ao chamado Dele para viver o melhor!

Assim, ore, busque, creia e viva o chamado de Deus para a sua vida. Em todas as áreas! Ministerial, profissional, sentimental, estudantil..., enfim, busque sempre o melhor de Deus para você e viva o chamado Dele em sua vida!


Forte abraço.
Em Cristo,
Ricardo, pastor

Esta meditação foi enviada em 24/03/10 por e-mail.