Ir além do pedido

17/11/2009


Atos dos Apóstolos 3.1-10

1 Pedro e João subiam ao templo à hora da oração, a nona.
2 Era carregado um homem, coxo de nascença, o qual todos os dias punham à porta do templo, chamada Formosa, para pedir esmolas aos que entravam.
3 Ora, vendo ele a Pedro e João, que iam entrando no templo, pediu que lhe dessem uma esmola.
4 E Pedro, com João, fitando os olhos nele, disse: Olha para nós.
5 E ele os olhava atentamente, esperando receber deles alguma coisa.
6 Disse-lhe Pedro: Não tenho prata nem ouro; mas o que tenho, isso te dou; em nome de Jesus Cristo, o nazareno, anda.
7 Nisso, tomando-o pela mão direita, o levantou; imediatamente os seus pés e artelhos se firmaram
8 e, dando ele um salto, pôs-se em pé. Começou a andar e entrou com eles no templo, andando, saltando e louvando a Deus.
9 Todo o povo, ao vê-lo andar e louvar a Deus,
10 reconhecia-o como o mesmo que estivera sentado a pedir esmola à Porta Formosa do templo; e todos ficaram cheios de pasmo e assombro, pelo que lhe acontecera.

Mais um momento de busca, agora no templo. Os novos crentes partiam o pão de casa em casa, mas também iam ao templo. E encontravam pessoas por lá, quer já convertidas, quer ainda precisando de conversão. Alguns, até mesmo seguiam um judaísmo apenas ritual, sem profundidade! Além de precisar de conversão para o cristianismo, talvez precisassem de conversão ao próprio judaísmo!

Os apóstolos repetem um caminho que devem ter feito algumas vezes. Talvez até mesmo Jesus tenha passado por ali, enquanto aquele coxo estava sentado. O que o texto nos diz é que ele era levado para aquele lugar e depois da cura, as pessoas o reconhecem como sendo o que tinha ficado pedindo esmola anteriormente. Não era alguém que estava "chegando" naquele lugar.

Ele pediu esmola. Mas ganhou muito mais que isso. Muitas vezes pedimos em oração algo, e recebemos bem mais do que pedimos. Mas, alguns não notam isso e querem exatamente o que pediram. Deus atende até além, mas por não ser exatamente o pedido, acabamos deixando "passar a bênção". Ou, quando pedimos algo para alguém, se essa pessoa nos dá além do que pedimos (até mesmo quando alguém nos pede algo e vamos além do pedido), em alguns casos, essa bondade além não é bem recebida e nem mesmo aceita! No caso desse coxo, ele pede algo, espera receber, quando os apóstolos falam com ele, ainda há uma expectativa de receber o que pediu, mas ele recebeu além: foi curado! Poderia deixar a vida de pedinte e voltar ao convívio social, tendo suas atividades normais. Ele não ficou chateado por ter agora uma nova vida e ter perdido o que tinha antes (as esmolas). Ele entrou no templo, louvando a Deus, por conta da nova chance que tinha em sua vida!

Precisamos notar o que Deus faz por nós, como Ele usa outras pessoas para fazer algo em nossa vida. Pode ser que o que pedimos já esteja sendo atendido! Mas, com algo diferente, algo melhor, pois a vontade do Senhor sempre será a melhor. Precisamos deixar de lado o medo de viver o melhor de Deus em nossa vida. Não devemos esperar que Deus faça sempre exatamente como queremos ou como já fez no passado. Deus poderá fazer igual, mas como Ele é criativo, pode fazer totalmente diferente. E nossa vida diante do altar nos dará a chance de entendermos e discernirmos a vontade de Deus, deixando o caminho errado, deixando a nossa própria vontade, buscando o querer do Senhor em nossa vida! Faça o seu pedido, mas esteja pronto para Deus atender tanto com o que você pediu, como com algo melhor! E se estiver nas tuas mãos a possibilidade de ir além em um pedido feito a você, faça! Deixe Deus agir em você e através de você. Se for para fazer o simples, sem problemas! Mas se for para ir além, esteja pronto para agir em o Nome do Senhor!
 

Forte abraço.
Em Cristo,
Ricardo, pastor

Esta meditação foi enviada em 17/11/09 por e-mail.