Salmo 114

20/08/2009

 

As maravilhas do êxodo

1 Quando Israel saiu do Egito, e a casa de Jacó dentre um povo de língua estranha,
2 Judá tornou-lhe o santuário, e Israel o seu domínio.
3 O mar viu isto, e fugiu; o Jordão tornou atrás.
4 Os montes saltaram como carneiros e os outeiros como cordeiros do rebanho.
5 Que tens tu, ó mar, para fugires? E tu, ó Jordão, para tornares atrás?
6 E vós, montes, que saltais como carneiros, e vós outeiros, como cordeiros do rebanho?
7 Treme, ó terra, na presença do Senhor, na presença do Deus de Jacó,
8 o qual converteu a rocha em lago de águas, a pederneira em manancial.


Ao ler este salmo, vemos uma referência ao cuidado do Senhor, quando tirou o povo do Egito, da escravidão. A declaração dos feitos do Senhor mostra que quando Deus está no controle e realizando a Sua vontade, até mesmo a natureza, que parece forte e impetuosa (quem já viu desastres naturais sabe do que falo), rende-se ao agir do Senhor para que Sua vontade seja realizada. Quer dizer: não há dificuldade que não possa ser alterada por Deus! Não há situação que não possa ser resolvida. Basta que deixemos Deus agir e estejamos prontos a dar o passo na direção da vontade do Senhor.

De escravos, passam a povo de Deus. De deixados e desamparados, passam a povo santo. Deus altera completamente nossa sorte diante das situações do dia a dia. Mesmo as mais difíceis e aparentemente mais complicadas, Ele pode dar uma resposta. O que temos que fazer é buscar Sua vontade, assumir a posição de quem espera pela manifestação do querer do Senhor, e seguir nessa direção. Também não adianta dizer que quer fazer a vontade de Deus e continuar vivendo longe disso. Até dando desculpas, as mais variadas e muitas vezes com aparente razão. Temos que deixar isso de lado e seguir atrás do melhor de Deus para nós! E viveremos esse melhor.

Forte abraço.
Em Cristo,
Ricardo, pastor

Esta meditação foi enviada em 20/08/09 por e-mail.