Salmo 113

13/08/2009

 

O Senhor, o maior e o mais digno objeto de louvor

1 Louvai ao Senhor. Louvai, servos do Senhor, louvai o nome do Senhor.
2 Bendito seja o nome do Senhor, desde agora e para sempre.
3 Desde o nascimento do sol até o seu ocaso, há de ser louvado o nome do Senhor.
4 Exaltado está o Senhor acima de todas as nações, e a sua glória acima dos céus.
5 Quem é semelhante ao Senhor, nosso Deus, que tem o seu assento nas alturas,
6 que se inclina para ver o que está no céu e na terra?
7 Ele levanta do pó o pobre, e do monturo ergue o necessitado,
8 para o fazer sentar com os príncipes, sim, com os príncipes do seu povo.
9 Ele faz com que a mulher estéril habite em família, e seja alegre mãe de filhos. Louvai ao Senhor.


Muitos salmos falam da natureza, para comparar com Deus, para mostrar o cuidado, para mostrar a soberania do Senhor sobre tudo. Aqui, do nascer do sol até a noite chegar, o nome do Senhor é louvado. Mais que uma forma literal, o texto quer dizer que em todo o tempo, em todos os momentos, o nome do Senhor é louvado. Somos chamados para louvar o tempo todo, em cânticos e em atitude de vida. Além disso, essa expressão ainda pode revelar mais que apenas tempo (do nascimento ao ocaso), pois o sol "nasce" de um lado da Terra e tem seu "ocaso" no outro lado. Além de expressar tempo (em todo o tempo), pode dizer também sobre o Senhor ser louvado em toda a terra, apontando de forma profética para o futuro Rei Eterno.

Apesar de não ter comparação e não ter "iguais", o Senhor nos fez a Sua imagem e semelhança. Havia o desejo da proximidade. Desde o começo, Deus aponta para a unidade, para a proximidade. Mesmo não havendo com quem O comparar, mesmo Deus sendo acima de todas as coisas, Ele se aproxima de nós, por amor, para vivermos um relacionamento verdadeiro com Ele. Podemos viver experiências fantásticas diante disso!

O Seu cuidado é para com todos. E quando buscamos Sua vontade, podemos experimentar mais profundamente isso. Nem mesmo a estéril deixará de ser amparada. Lembre-se que no mundo antigo, a mulher não tinha uma posição social muito vantajosa. Dependia do pai, do marido e do filho homem para seu cuidado. Se estes faltassem, ela dependia de um remidor (vemos isso na lei). Havia "muitos homens" que deveriam cuidar das mulheres antes de pensar em uma possível vida social sozinha e independente, e ainda assim, poucas viveram isso. Dessa forma, dizer que a estéril vai habitar em família e vai ser alegre mãe de filhos, mais que declarar um milagre diante da esterilidade, o texto nos diz do cuidado do Senhor, do amparo e manifestação de bondade.

Com alegria, somos chamados a louvar ao Senhor, o tempo todo, em toda a terra. Confie no Senhor, viva de acordo com Sua vontade e experimente mais e mais esse cuidado. Mas, muito mais que buscarmos esse cuidado, busque louvar ao Senhor. Busque Sua vontade, e as demais coisas serão acrescentadas...

Forte abraço.
Em Cristo,
Ricardo, pastor

Esta meditação foi enviada em 13/08/09 por e-mail.