Por que?

22/05/2009

 

Site: Faculdade Betesda

Por: Jamierson Oliveira

• Por que é mais fácil ficar em casa do que ir aos cultos?
• Por que é mais fácil ler o jornal do que ler a Bíblia?
• Por que é mais fácil ir a festas do que a vigílias?
• Por que é mais fácil cochichar do que ouvir a pregação?
• Por que é mais fácil desobedecer do que ser fiel?
• Por que é mais fácil pecar do que vigiar?
• Por que é mais fácil amar a si mesmo do que ao próximo?
• Por que é mais fácil crer em médicos e remédios do que em milagres?
• Por que é mais fácil mentir do que falar a verdade?
• Por que é mais fácil semear a contenda entre irmãos do que agir como um pacificador?
• Por que é mais fácil ir no McDonald do que dar esmolas?
• Por que é mais fácil irritar-se do que ser manso?
• Por que é mais fácil murmurar do que cantar um hino?
• Por que é mais fácil surrar nossos filhos do que sentar conversar, aconselhar?
• Por que é mais fácil autoconsagrar-se e autopromover-se do que servir humildemente a igreja local?
• Por que é mais fácil gastar com supérfluos do que ofertar para missões?
• Por que é mais fácil construir templos luxuosos do que enviar missionário?
• Por que é mais fácil construir gabinetes pastorais do que investir na salinha da assistência social?
• Por que é mais fácil autointitular-se apóstolo e bispo do que servo e cooperador?
• Por que é mais fácil construir igrejas nas metrópoles do que nos campos?
• Por que é mais fácil sentar no púlpito do que ficar recepcionando na porta?
• Por que é mais fácil concorrer numa eleição para presidir a convenção do que para ir ao campo missionário?

"Isso mostra que, de fato, já não sou eu quem faz isso, mas o pecado que vive em mim é que faz. Pois eu sei que aquilo que é bom não vive em mim, isto é, na minha natureza humana. Porque, mesmo tendo dentro de mim a vontade de fazer o bem, eu não consigo fazê-lo. Pois não faço o bem que quero, mas justamente o mal que não quero fazer é que eu faço. Mas, se faço o que não quero, já não sou eu quem faz isso, mas o pecado que vive em mim é que faz. Assim eu sei que o que acontece comigo é isto: quando quero fazer o que é bom, só consigo fazer o que é mau. Dentro de mim eu sei que gosto da lei de Deus. Mas vejo uma lei diferente agindo naquilo que faço, uma lei que luta contra aquela que a minha mente aprova. Ela me torna prisioneiro da lei do pecado que age no meu corpo. Como sou infeliz! Quem me livrará deste corpo que me leva para a morte? Que Deus seja louvado, pois ele fará isso por meio do nosso Senhor Jesus Cristo!"

(Paulo, o peregrino 3 a.C. - 67 A.D)


Forte abraço.
Em Cristo,
Ricardo, pastor

Esta meditação foi enviada em 22/05/09 por e-mail.