A manifestação do Senhor é completa de cuidado

19/05/2009

 

Neemias 11.20-24

20 O resto de Israel e dos sacerdotes e levitas, habitou em todas as cidades de Judá, cada um na sua herança.
21 Os netinins, porém, habitaram em Ofel; e Ziá e Gispa presidiram sobre eles.
22 O superintendente dos levitas em Jerusalém era Uzi, filho de Bani, filho de Hasabias, filho de Matanias, filho de Mica, dos filhos de Asafe, os cantores; ele estava encarregado do serviço da casa de Deus.
23 Pois havia uma ordem da parte do rei acerca deles, e uma norma para os cantores, estabelecendo o dever de cada dia.
24 E Petaías, filho de Mesezabel, dos filhos de Zerá, filho de Judá, estava às ordens do rei, em todos os negócios concernentes ao povo.


Mais uma vez o texto mostra a reorganização da Nação. A construção foi colocada em ordem, voltaram a observar as coisas da Lei, mas a nação não existia oficialmente. Não havia ONU na época para dizer ou reconhecer que esta nação estava reorganizada. Era preciso fazer as coisas certas para não despertar medo ou inveja dos vizinhos e fortalecer a Nação, ocupando todo o território.

Em especial, a ordem para levitas cantores chama a atenção nesse texto: eles tinham um dever para cada dia, estabelecido previamente. Quer dizer que as responsabilidades já estavam sendo reconhecidas e passadas para o povo. Já tinham ocupações, além da reconstrução e do cuidado com a terra e com os que tinham voltado. A Nação começava a caminhar, não apenas preocupada com reconstrução ou cuidado, mas agora já tinha responsabilidades acontecendo, pessoas envolvidas. Já estava no próximo passo: a Nação já tinha algumas responsabilidades sendo observadas, coisas do dia a dia do funcionamento das coisas. Já ia além de uma volta e uma reconstrução. A nação já estava estabelecida, com gente morando por todo o território e com responsabilidades internas, de funcionamento.

Quando o rei deu essas ordens, sabia que a nação iria caminhar por conta própria em pouco tempo. Era questão de tempo. O Senhor havia tocado corações para a reorganização da Nação em todos os aspectos. Alguns construíram e cuidaram da segurança, outros se preocuparam em organizar a questão da Lei e sua observação, outros ainda estavam preocupados em permitir que o território fosse ocupado e que tivesse as coisas do dia a dia em andamento.

Quando Deus age é assim: completo! As coisas podem seguir um rumo, com acertos aos poucos, de acordo com os dias vão passando. Mas logo o trabalho está completo! E quando isso acontece, reiniciamos novamente, com observação, atenção e cuidado com as coisas do Senhor. Afinal, ao chegar em um objetivo, não quer dizer que vamos simplesmente parar! Era uma etapa a ser vencida e agora, começa nova etapa: a permanência e o avanço! O Senhor cuida de tudo para que tenhamos as etapas acontecendo, basta deixarmos Ele dirigir nossa vida. E logo veremos a etapa vencida, objetivo alcançado. Será completo, pois será a manifestação da vontade do Senhor. E quando um objetivo for alcançado, temos que manter isso e ainda tentar ir além, sempre seguindo debaixo da vontade do Senhor.

Forte abraço.
Em Cristo,
Ricardo, pastor

Esta meditação foi enviada em 19/05/09 por e-mail.