Somos chamados para buscar conhecimento

06/05/2009

 

1 Reis 10.1-13

1 Tendo a rainha de Sabá ouvido da fama de Salomão, no que concerne ao nome do Senhor, veio prová-lo por enigmas.
2 E chegou a Jerusalém com uma grande comitiva, com camelos carregados de especiarias, e muitíssimo ouro, e pedras preciosas; e, tendo-se apresentado a Salomão, conversou com ele acerca de tudo o que tinha no coração.
3 E Salomão lhe deu resposta a todas as suas perguntas; não houve nada que o rei não lhe soubesse explicar.
4 Vendo, pois, a rainha de Sabá toda a sabedoria de Salomão, a casa que edificara,
5 as iguarias da sua mesa, o assentar dos seus oficiais, as funções e os trajes dos seus servos, e os seus copeiros, e os holocaustos que ele oferecia na casa do Senhor, ficou estupefata,
6 e disse ao rei: Era verdade o que ouvi na minha terra, acerca dos teus feitos e da tua sabedoria.
7 Contudo, eu não o acreditava, até que vim e os meus olhos o viram. Eis que não me disseram metade; sobrepujaste em sabedoria e bens a fama que ouvi.
8 Bem-aventurados os teus homens! Bem-aventurados estes teus servos, que estão sempre diante de ti, que ouvem a tua sabedoria!
9 Bendito seja o Senhor, teu Deus, que se agradou de ti e te colocou no trono de Israel! Porquanto o Senhor amou Israel para sempre, por isso te estabeleceu rei, para executares juízo e justiça.
10 E deu ela ao rei cento e vinte talentos de ouro, especiarias em grande quantidade e pedras preciosas; nunca mais apareceu tamanha abundância de especiarias como a que a rainha de Sabá deu ao rei Salomão.
11 Também a frota de Hirão, que de Ofir trazia ouro, trouxe dali madeira de almugue em quantidade, e pedras preciosas.
12 Desta madeira de almugue fez o rei balaústres para a casa do Senhor, e para a casa do rei, como também harpas e alaúdes para os cantores; não se trouxe nem se viu mais tal madeira de almugue, até o dia de hoje.
13 E o rei Salomão deu à rainha de Sabá tudo o que ela desejou, tudo quanto pediu, além do que lhe dera espontaneamente, da sua munificência real. Então, voltou e foi para a sua terra, ela e os seus servos.


Muitos estudiosos e muitos historiadores, sem contar com pessoas que gostam de criar situações com filmes e livros, tentam ver coisas que não são apresentadas pelo texto. Muitos afirmam que Salomão e a Rainha de Sabá tiveram um filho! E documentários sobre a Arca da Aliança muitas vezes levantam essa situação, até para tentar dizer que o filho da Rainha de Sabá teria ficado com essa Arca. Historiadores garantem que entre o povo que seria o remanescente do povo da Rainha de Sabá há quem confirme essa história! Bom... como escrevi, o texto não deixa isso claro.

Deixando de lado esse assunto que a Bíblia não diz nesse texto, devemos apenas nos preocupar com o que ele realmente diz! Na tentativa de ler além, as pessoas acabam exagerando. Acabam não entendendo o que diz diretamente e querem ir além. Por isso, quero levantar o que o texto diz: a fama da sabedoria de Salomão corria o mundo, mesmo sem flash ao vivo de emissora de TV ou blog que anunciasse isso pela internet. A fama de sua sabedoria começou a correr o mundo ainda em seus dias e a Rainha de Sabá queria ter certeza disso.

Quantas vezes ficamos sabendo de algo que pode ser verdadeiro e correto. Mas, em vez de procurar com as pessoas certas as informações, buscamos com outras que talvez mal informadas, talvez chateadas com outras situações parecidas, ou sabe-se lá qual a razão, acabam nos dando informações erradas sobre determinado assunto. É como se estivéssemos com o braço quebrado e resolvêssemos procurar um dentista! Apesar de médico, de ter gesso para moldes em seu consultório, ele não poderá fazer muita coisa para nos ajudar, a não ser encaminhar a um hospital ou médico especialista. Quando temos um problema, devemos procurar o especialista da área e não outra pessoa. Quando sabemos de algo, devemos procurar quem tem conhecimento sobre o assunto e não uma pessoa que, mesmo que seja sábia, não tenha total conhecimento do assunto. Já pensou se a Rainha de Sabá, em vez de procurar o Rei Salomão fosse procurar outro Rei para perguntar sobre a sabedoria de Salomão e esse outro rei ou fosse mal informado ou tivesse até mesmo um problema com Salomão e estivesse chateado com algo? Apesar de ser Rei também, poderia dar uma informação errada ou por não saber ou de propósito!

Quer dizer: ao saber de algo, ao buscar conhecimento, temos que buscar as pessoas específicas de suas áreas. Até mesmo um sábio pode ter informações erradas sobre determinado assunto e nos dar as mesmas, achando que fala pro bem, mas por não ter todas as informações, acaba nos trazendo problemas. E, claro, ao saber algo sobre uma pessoa, ou algo que ela conhece, devemos buscar as informações certas com a própria pessoa. Outros, quer por má informação ou até por maldade, podem deturpar a informação e causar problemas.

Para buscar a sabedoria da foram correta, devemos saber quem procurar. Pode ser que até mesmo um especialista em determinado assunto não seja tão conhecedor assim e tenha informações erradas. Logo, precisamos buscar no Senhor essa sabedoria e deixar Ele nos mostrar quem devemos procurar sobre determinados assuntos. Tenho certeza que será muito difícil Deus mandar você procurar um funileiro quando estiver com dores no coração... Logo, busque no Senhor o entendimento e deixe Ele mesmo falar com você ou esteja pronto para buscar a pessoa certa para ter o conhecimento e a informação necessária. E, claro, se falarem sobre uma pessoa especificamente para você, a melhor forma de saber a verdade, é falar diretamente com a pessoa. Qualquer outra pessoa, mesmo que com boa intenção, pode errar ao passar uma informação, ou porque entendeu errado ou porque recebeu a informação de forma errada. A Rainha de Sabá ouviu sobre Salomão e foi falar com ele! Da mesma forma, devemos falar sempre com as pessoas certas, pois podemos ter surpresas ao nos depararmos com a verdade. Foi assim com a Rainha de Sabá, que viu que o que falavam sobre a sabedoria de Salomão ainda era pouco. Pode ser que outras pessoas, com desejos errados ou até mesmo sem maldade, nos passem instruções ou informações erradas. Falando sempre com a pessoa certa, temos a chance de buscar a sabedoria da forma correta!

Forte abraço.
Em Cristo,
Ricardo, pastor

Esta meditação foi enviada em 06/05/09 por e-mail.