Somos chamados para o compromisso

08/04/2009

 

Juízes 3.15a

Então, os filhos de Israel clamaram ao Senhor, e o Senhor lhes suscitou libertador.

Desde a morte de Josué até os dias de Samuel, o povo passou por muitos altos e baixos. Em alguns momentos, se afastavam da lei do Senhor e tinham problemas. Mas clamavam, acertavam as coisas com Deus e esse compromisso, e assim o Senhor levantava alguém para comandar o povo espiritualmente e também na questão da "guerra", da afirmação com nação.

O livro de Juízes mostra esses momentos claramente. E algumas pessoas são levantadas por Deus a cada momento para colocar as coisas em ordem. O povo notava que algo estava errado, queriam viver o melhor que já tinham experimentado antes, clamavam, se acertavam com o Senhor e uma pessoa era levantada para auxiliar o povo na questão espiritual e política.

Acredito que vivemos muito isso em nossos dias. Há pessoas que são muito inconstantes no caminho do Senhor. Se afastam da Palavra, passam por provações, e ao ouvir algo que parece novo, caminham nessa direção, na tentativa de colocar as coisas em ordem. Muitos nem mesmo estão inconstantes, mas passam por muitas provações e isso acaba abalando a fé, que deveria estar bem firme no Senhor. As provações acontecem, mas devemos ter bom ânimo, pois Jesus venceu o mundo! Essa é a nossa esperança, mesmo no meio das provações.

O Senhor nos chama a um compromisso sério e profundo com a Sua Palavra. Não devemos agir como inconstantes, levados como que por vento (a própria Bíblia nos recomenda isso). Devemos ter as bases sólidas da fé, através do compromisso com o estudo da Palavra, oração, comunhão com as pessoas, realizando a obra..., enfim, compromisso com o Senhor. Só assim poderemos experimentar o melhor de Deus para nós. Muitos querem o melhor antes de ter compromisso com o Senhor. Mas pode ter certeza: será mais fácil experimentar o melhor de Deus vivendo um compromisso sério com Ele. Isso não tem ligação com o tempo que temos de conhecimento da Palavra, mas com nossa disposição em viver esse compromisso. E com o passar do tempo, teremos cada vez mais solidificada a base da fé e não será uma doutrina ou mesmo um problema que irá abalar nossa fé. Seguiremos para o alvo! A Soberana Vocação em Cristo Jesus!

Forte abraço.
Em Cristo,
Ricardo, pastor

Esta meditação foi enviada em 08/04/09 por e-mail.