Somos chamados para caminhar com Deus

04/03/2009

 

Êxodo 13.17-22

17 Ora, quando Faraó deixou ir o povo, Deus não o conduziu pelo caminho da terra dos filisteus, se bem que fosse mais perto; porque Deus disse: Para que porventura o povo não se arrependa, vendo a guerra, e volte para o Egito;
18 mas Deus fez o povo rodear pelo caminho do deserto perto do Mar Vermelho; e os filhos de Israel subiram armados da terra do Egito.
19 Moisés levou consigo os ossos de José, porquanto havia este solenemente ajuramentado os filhos de Israel, dizendo: Certamente Deus vos visitará; e vós haveis de levar daqui convosco os meus ossos.
20 Assim, partiram de Sucote e acamparam-se em Etã, à entrada do deserto.
21 E o Senhor ia adiante deles, de dia numa coluna de nuvem, para os guiar pelo caminho, e de noite numa coluna de fogo para os alumiar, a fim de que caminhassem de dia e de noite.
22 Não desaparecia de diante do povo a coluna de nuvem de dia, nem a coluna de fogo de noite.

 

O texto que nos motiva hoje fala da saída do Egito. Toda preocupação do Senhor em como e por onde conduzir o povo, pelo melhor caminho, pois se passasse por um lugar, poderiam desanimar da viagem logo no começo, poderia se perder no objetivo, algo os tiraria do foco. Além de verificar o melhor caminho, o Senhor ia com eles.

Muitas vezes temos tarefas para desempenhar em nossa caminhada cristão por este mundo. Mas se não fizermos da melhor forma, podemos desanimar no meio do caminho. O Senhor nos chama para realizar a obra e se deixarmos Ele nos direcionar, Ele mesmo dará a melhor forma de atuação, o melhor caminho para percorrer. Isso porque Ele sabe o melhor. Não apenas o melhor como o jeito preferencial de se fazer algo, mas o melhor de acordo com a nossa vida, nossa forma de encarar as coisas. O Senhor não se preocupa apenas em nos mostrar o melhor, mas o melhor para cada um de nós e, como somos diferentes, muitas vezes o melhor para um não é tão bom para outro, sempre, claro, sem sair da vontade de Deus. Sabendo de cada um de nós em detalhes, o Senhor verifica a melhor forma específica para cada um de nós.

Mas, além de nos chamar para realizar algo, Ele segue conosco. Não vamos pelo caminho sozinhos! Mesmo naqueles momentos que temos a impressão que estamos sozinhos, que nossas orações não passam do "teto", ainda assim o Senhor está conosco, nos acompanhando e direcionando. O fato de não sentirmos não quer dizer que estejamos sozinhos. Há uma ilustração que fala muito sobre essa situação: Um garoto deu uma aula sobre Deus para uma professora que queria saber o quanto seus alunos entendiam sobre a existência de Deus. Já enviamos aqui no Compartilhando Na Web. Para ler, clique aqui.

Assim, sempre que você for desempenhar um trabalho em Nome do Senhor, lembre-se: Ele chamou você para esse trabalho, Ele dará a melhor forma de agir, o melhor caminho a seguir (e não é porque outro faz a mesma coisa que necessariamente o caminho que você terá que seguir será o mesmo! Pode até ser, mas Deus também poderá dar para você um jeito novo) e vai com você. Não somos chamados a seguir pelo caminho sozinhos, mas somos chamados para caminhar com o Senhor. E fazer um trabalho em Nome do Senhor não é apenas e necessariamente um trabalho evangelístico ou ligado com algo na obra diretamente. Ele poderá te chamar para ajudar outras pessoas com seus estudos em uma área específica, ou apresentar para outras pessoas oportunidades onde elas possam melhorar suas vidas, espiritual ou financeiramente, entre tantas opções. Ao ir na padaria devemos ter em mente: "Senhor, que eu faça apenas o que é do Seu agrado e a Sua vontade", afinal, nunca sabemos quando iremos encontrar alguém que precise de uma palavra de conforto, oração, ajuda ou qualquer outra situação. E o que fizermos, devemos fazer sempre para a glória do Senhor. Então, tenha certeza disso: caminhe com o Senhor e você fará sempre coisas maravilhosas. Verá isso em sua vida e poderá testemunhar para outras pessoas. Mesmo no meio da dificuldade, o Senhor está com você! Caminhe você com Ele também! Será, ainda que em momentos difíceis, mais tranquilo enfrentar, pois estaremos com o Senhor!

Forte abraço.
Em Cristo,
Ricardo, pastor

Esta meditação foi enviada em 04/03/09 por e-mail.