Salmo 101

19/02/2009

 

Modelo de bom rei
Salmo de Davi

1 Cantarei a benignidade e o juízo; a ti, Senhor, cantarei.
2 Portar-me-ei sabiamente no caminho reto. Ó, quando virás ter comigo? Andarei em minha casa com integridade de coração.
3 Não porei coisa torpe diante dos meus olhos; aborreço as ações daqueles que se desviam; isso não se apegará a mim.
4 Longe de mim estará o coração perverso; não conhecerei o mal.
5 Aquele que difama o seu próximo às escondidas, eu o destruirei; aquele que tem olhar altivo e coração soberbo, não o tolerarei.
6 Os meus olhos estão sobre os fiéis da terra, para que habitem comigo; o que anda no caminho perfeito, esse me servirá.
7 O que usa de fraude não habitará em minha casa; o que profere mentiras não estará firme perante os meus olhos.
8 De manhã em manhã destruirei todos os ímpios da terra, para desarraigar da cidade do Senhor todos os que praticam a iniquidade.

Salmo atribuído ao rei Davi.

Neste salmo não vemos o salmista convidando a comunidade, todo o povo para a busca e para a adoração. Ele volta a um clamor pessoal, uma busca específica, deixando claro que sua posição de busca e obediência ao Senhor é pessoal. O ponto de partida é esse: não adianta chamar a comunidade para a adoração se cada um não estiver adorando individualmente. Não existe "adoração coletiva" se ela não começar no "individual". Dessa busca pessoal podemos desembocar na busca coletiva, da comunidade, e unir forças, "unir os gravetos queimando, formando uma linda fogueira". Não teremos "fogo" se os "gravetos" estiverem apagados...

Dessa forma, o salmista descreve como deve ser a vida daquele que busca a vontade do Senhor. Fala sobre cantar ao Senhor, dizer com os cânticos aquilo que o Senhor faz e é, além de observar a vontade do Senhor, conhecer e praticar, sem contar com o fato da espera pelo Senhor. A busca pela santidade é marcada neste salmo. E, claro, o cuidado com a forma de agir, tanto em relação ao Senhor como em relação a outras pessoas. Hoje em dia muitos acham que estão falando contra falsos profetas e alertando as pessoas contra o que esses "falsos profetas" falam. Realmente devemos tomar cuidado com os falsos profetas, é recomendação bíblica. Só que devemos conversar com a pessoa que está agindo como "falso profeta" e dar a ela a chance de mudar. Se ela não mudar e continuar num caminho errado, aí devemos tomar cuidado! Apenas falar de outra pessoa não deve ser nossa prática! Devemos falar COM a outra pessoa e dar a ela a chance de mudar. E tomar cuidado com o que falamos: pode ser que estejamos entendendo errado alguma coisa e poderemos difamar alguém sem nem saber o que realmente a pessoa pensa. Sem contar com o fato que se a pessoa errou, mas se arrependeu genuinamente, o Senhor a perdoa. Muitos continuam falando de pessoas que erraram, mas não sabem se essas pessoas realmente se arrependeram e se o Senhor as usa novamente. Quem pode sondar o coração é o Senhor...

O salmista deixa claro que se preocupa com isso. Espera a manifestação do Senhor e conta com ela. Mas busca uma vida de acordo com os padrões do Senhor para mostrar que gosta de viver de acordo com o querer do Senhor e que realmente espera pela manifestação completa do Senhor. Assim, nós devemos agir da mesma forma: viver de acordo com a vontade do Senhor, cantar (quer no cântico, quer na forma de viver) ao Senhor e aguardar por Sua manifestação. Vale a pena esperar no Senhor!


Forte abraço.
Em Cristo,
Ricardo, pastor

Esta meditação foi enviada em 19/02/09 por e-mail.