Salmo 97

18/12/2008

 

A majestade e o domínio de Deus

1 O Senhor reina, regozije-se a terra; alegrem-se as numerosas ilhas.
2 Nuvens e escuridão estão ao redor dele; justiça e equidade são a base do seu trono.
3 Adiante dele vai um fogo que abrasa os seus inimigos em redor.
4 Os seus relâmpagos alumiam o mundo; a terra os vê e treme.
5 Os montes, como cerca, se derretem na presença do Senhor, na presença do Senhor de toda a terra.
6 Os céus anunciam a sua justiça, e todos os povos vêem a sua glória.
7 Confundidos são todos os que servem imagens esculpidas, que se gloriam de ídolos; prostrai-vos diante dele, todos os deuses.
8 Sião ouve e se alegra, e regozijam-se as filhas de Judá por causa dos teus juízos, Senhor.
9 Pois tu, Senhor, és o Altíssimo sobre toda a terra; tu és sobremodo exaltado acima de todos os deuses.
10 O Senhor ama aos que odeiam o mal; ele preserva as almas dos seus santos, ele os livra das mãos dos ímpios.
11 A luz é semeada para o justo, e a alegria para os retos de coração.
12 Alegrai-vos, ó justos, no Senhor, e rendei graças ao seu santo nome.



Este é um salmo de reconhecimento, de exaltação e declara algumas coisas a respeito do Senhor. Vemos neste salmo a revelação do Senhor como fonte de justiça e sabedoria. Quando podemos nos regozijar na presença de quem está no trono? Quando este é justo em suas decisões. E o salmista nos convida a nos regozijarmos na presença Deste que está no trono. Diante do Senhor ficam confusos os que praticam coisas erradas, pois a sabedoria se manifesta de forma total e completa Nele.

Aquele que reconhece o Senhor como o grande Rei consegue notar a diferença das coisas. Mesmo que esteja passando por dificuldades, sabe notar o cuidado do Senhor. E quando passa por momentos tranquilos, reconhece também o cuidado do Senhor. Essa é a diferença básica entre aquele que entrega sua vida ao Senhor e aquele que não entrega: não importa o momento, a alegria ou a dificuldade, este que se entrega sabe reconhecer o cuidado do Senhor em cada instante e só este pode ter a plenitude do gozo e da alegria. Não será por situações dando certo ou não, mas por conta do cuidado do Senhor.

Este é mais um salmo que mostra que o Poder de Deus também se mostra através da natureza. Alguns podem achar que alguns acontecimentos são apenas situações corriqueiras, algo próprio da natureza e da força desta. Mas a Bíblia é recheada de situações onde Deus agiu interferindo através da natureza. Isso mostra que Ele pode revelar Seu poder através da natureza e que alguns eventos não são apenas coisas naturais, mas manifestações do Senhor. Alguns querem ver mais do que acontece. Quando é pura ação da natureza, querem ver alguma manifestação de Deus. Outros, quando Deus realmente age, acham que foi algo natural. Não tente descobrir essas coisas. Se Deus revelar, tudo bem. Mas sem revelação, apenas saiba que Ele pode agir sim através de situações consideradas naturais, próprias da natureza, para revelar Seu poder.

Aquele que busca a vontade do Senhor confia. Aquele que não está buscando essa vontade, pode ter alguns problemas. O salmo revela que o caminho dos ímpios é confundido e que o caminho dos que buscam ao Senhor recebe luz. Ter luz em um caminho pode ajudar muito! Tente caminhar no escuro. Até mesmo em caminhos conhecidos você pode encontrar alguma armadilha. Agora, com luz, você vê o melhor lugar, toma a melhor decisão. Se o Senhor iluminar o seu caminho, você terá a chance de fazer as melhores escolhas, pois essa luz vai iluminar o melhor caminho sempre! E se sua escolha for realizar a vontade do Senhor, você poderá caminhar calmamente com o auxílio dessa luz em todo o seu caminho.

 

Forte abraço.
Em Cristo,
Ricardo, pastor

Esta meditação foi enviada em 18/12/08 por e-mail.