Somos chamados para cuidar da natureza

05/11/2008

 

Então, Deus os abençoou e lhes disse: Frutificai e multiplicai-vos; enchei a terra e sujeitai-a; dominai sobre os peixes do mar, sobre as aves do céu e sobre todos os animais que se arrastam sobre a terra - Gênesis 1.28


Não quero entrar numa onda de ecologia exagerada. Sei que isso existe e aparece apenas quando prefeitos decretam leis absurdas como "é proibido morrer neste município, sob pena...". Todo mundo acha ridícula a lei, mas o que as pessoas não sabem é que normalmente o cemitério da cidade está cheio, é necessário abrir um novo espaço para um novo cemitério, a prefeitura trabalha nesse sentido, mas órgãos de defesa da ecologia se levantam contra essa construção. Aí, o prefeito que não é ouvido em seus argumentos para a construção do novo cemitério, baixa uma lei absurda para chamar a atenção da imprensa, porque todo mundo vai falar da decisão ridícula do prefeito e isso poderá chamar a atenção também para o porquê da lei absurda. Isso aconteceu algumas vezes no Brasil e em outros países também!

Então, não vou exagerar. Mas ao ler o texto de Gênesis, vejo a ordem de Deus para o casal humano recém-criado: "enchei a terra e sujeitai-a; dominai...".

Muitas vezes, verbos como sujeitar, dominar, são vistos apenas como forma de opressão. Quem exerce esse tipo de atitude, decide por outros, define as formas e sua vontade é realizada.

Mas o que vejo no texto Bíblico vai além disso: passa pelo viés do cuidado. Desde a criação, Deus nos deu a ordem de cuidar deste planeta. Não é obra de consciências ecologicamente corretas esse chamado. Essas consciências ecologicamente corretas são vozes clamando diante do esquecimento do ser humano de obedecer ao chamado de Deus para cuidar deste planeta.

Agora, sinceramente, cuidar do planeta vai muito mais longe que apenas cuidar de florestas ou espécies de animais. Passa por isso, não há nenhuma dúvida. Mas passa também pelo uso racional da água (da energia elétrica), do papel... Passa pelo cuidado com animais de estimação (quantos se preocupam com as baleias, mas se esquecem do cachorrinho que abandonaram numa rua qualquer), pela limpeza de parques, bosques, vias públicas e áreas rurais. Não jogar papel de bala na rua! Muitas coisas que alguns até pensam que se fizerem não vai adiantar, porque outros não fazem. Mas o chamado do Senhor não é para decidirmos se queremos obedecer isso ou não. Também não diz o texto Bíblico que se a maioria não cuidar, estamos dispensados dessa tarefa...

Quanto mais fizermos nossa parte no cuidado com a natureza, mais ela estará cuidada, independente de ainda faltar muito a ser feito por outros. Quanto mais cuidarmos do uso racional de plásticos, água e tantas outras coisas, mais estaremos cuidando desse planeta. Chegará o dia que veremos novos céus e nova terra, isso é verdade. Mas isso não quer dizer que podemos descuidar do cuidado do nosso planeta hoje. Vivemos aguardando pela manifestação do Senhor e, assim, já vivemos desde hoje cuidando das coisas, vivendo como se já estivéssemos no Reino eterno. Sei que ainda não estamos, de maneira completa, e com isso, ainda enfrentamos situações que não enfrentaremos na eternidade com o Senhor. Mas, no máximo possível, vivamos como cidadãos do Reino, que aguardam a manifestação completa do mesmo. E isso passa também por cuidar deste planeta.


Forte abraço.
Em Cristo,
Ricardo, pastor

 

Esta meditação foi enviada em 05/11/08 por e-mail.