Tempo de dedicação

28/10/2008

 

Esdras 6.16-18

16 E os filhos de Israel, os sacerdotes e os levitas, e o resto dos filhos do cativeiro fizeram a dedicação desta casa de Deus com alegria.
17 Ofereceram para a dedicação desta casa de Deus cem novilhos, duzentos carneiros e quatrocentos cordeiros; e como oferta pelo pecado por todo o Israel, doze bodes, segundo o número das tribos de Israel.
18 E puseram os sacerdotes nas suas divisões e os levitas nas suas turmas, para o serviço de Deus em Jerusalém, conforme o que está escrito no livro de Moisés.



Este é o momento de dedicação! A obra foi realizada, o Senhor cuidou de cada detalhe, o povo obedeceu e prosperou no trabalho, e agora chega o momento da dedicação do Templo. Depois de muitas lutas, momentos em que parecia que não ia dar certo, primeiro por ainda estar no exílio, depois por conta de pessoas que tentaram barrar a obra, o Senhor cuidou de cada detalhe e a obra foi concluída com o apoio do rei e com toda a provisão, tanto de elementos novos para a reconstrução, como restituindo o que fora antes do Templo.

Devemos passar por momentos assim em nossa vida: momentos em que vemos a realização de um trabalho dando certo, cumprindo seu projeto, a Vontade de Deus. Quando vemos isso, devemos dedicar um momento, uma celebração, uma oração ao menos, para dedicar ao Senhor. Afinal, foi Ele quem nos permitiu tal realização! Não importa se com muitas dificuldades ou com tudo aparentemente certo! O Senhor nos ajudou!

Você está concluindo uma faculdade? Dedique ao Senhor! Conseguiu um novo emprego? Completou um trabalho evangelístico, social ou suas atividades normais? Foi o Senhor que deu a você a chance de fazer, a força e deu livramentos e vitórias. Pode ter certeza disso! Se o Senhor não permitisse, você não conseguiria!

Reconheça esse cuidado em sua vida. Declare perante testemunhas, comente com pessoas esse cuidado do Senhor. E deixe claro que foi por permissão e direção Dele que tudo aconteceu. Essa é a melhor forma de dedicar algo ao Senhor. Não precisamos realizar cerimônias. Elas podem acontecer, claro, como forma de testemunho. Mas muito mais que cerimônias e ofertas, devemos anunciar ao mundo que o Senhor cuida de tudo e nos permite realizar as coisas, sempre da melhor forma. Pode parecer até estranho para nós, mas se estamos com a vida nas mãos do Senhor, por mais estranho que esteja, é o melhor, pode ter certeza disso!
 

Forte abraço.
Em Cristo,
Ricardo, pastor

Esta meditação foi enviada em 28/10/08 por e-mail.