Somos chamados para ser luz do mundo

22/10/2008


Vós sois a luz do mundo. Não se pode esconder uma cidade situada sobre um monte; nem os que acendem uma candeia a colocam debaixo do alqueire, mas no velador, e assim ilumina a todos que estão na casa. Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai que está nos céus - Mateus 5.14-16

A luz deve iluminar. Isso é fácil de entender. Ainda mais em um dia que falta a luz! Eu morei, há muitos anos, em uma cidade no interior de Rondônia e lá faltava luz... Era a energia elétrica, mas a gente acaba chamando de luz, força...

Era muito lindo ver o céu estrelado em noites que "faltava a luz". Mas, por que só tinha estrela nesses dias? Não... Mas aquele reflexo luminoso no céu chamava a atenção de maneira mais forte naquelas noites "sem luz" porque a luz chama a atenção. Pelo menos, deve chamar.

Jesus diz aos discípulos que eles são a luz do mundo. Era necessário iluminar. E naqueles dias não havia energia elétrica! E aí, a forma de iluminação precisava ser forte o suficiente para enfrentar as noites. Logo, eles sabiam muito bem o que era não ter luz, pois a iluminação era precária. E por isso, se torna mais claro para eles o que Jesus falava: era necessário iluminar com a Palavra da Verdade, de Salvação, de Boas Obras. Era necessário mostrar aos outros que Deus fazia realmente a diferença na vida daqueles discípulos e que isso os levava a querer fazer a diferença na vida de outros.

Mas será que isso ficou com os discípulos? Não! Hoje, devemos fazer o mesmo, pois somos alcançados com a mesma Palavra e com a Salvação que há no Senhor. Devemos iluminar.

Iluminamos quando pregamos, quando ajudamos o próximo, quer em sua necessidade física, quer espiritual ou até mesmo emocional, quando damos testemunho de que o que ouvimos e pregamos faz diferença em nossa vida... Iluminamos quando apontamos para a Cruz, e está vazia! E não vazia apenas porque o corpo de Jesus foi retirado de lá, mas porque Ele ressuscitou! Está vivo! Morreu, derramou o Seu sangue para nos lavar dos pecados e não permaneceu morto, mostrando que essa será a realidade daquele que crê: a Vida eterna, com o Senhor.

Somos a luz do mundo. Eu, pessoalmente, ando muito no escuro, durante a noite. Não acendo lâmpadas normalmente quando tenho que andar pela casa à noite. E exatamente por isso eu sei o quando faz falta a luz. Quando ela ilumina, fica mais fácil. Assim, se nós iluminarmos, mesmo no meio das grandes dificuldades que vemos a cada dia, poderemos permitir para outras pessoas experimentar  a paz que o mundo não compreende, pois essa paz não significa ausência de problemas, mas a certeza que o Senhor está no controle. Se iluminarmos, veremos o Evangelho sendo anunciado e muito mais que isso, veremos esse Evangelho sendo vivido! Iluminando a escuridão das mentes e clareando os caminhos no meio das dificuldades, fazendo a diferença para nós e para outras pessoas!

Forte abraço.
Em Cristo,
Ricardo, pastor

Esta meditação foi enviada em 22/10/08 por e-mail.