Somos chamados para amar

30/07/2008

 

Rev. Marcio Miguel de Oliveira Arbex
Extraído - Boletim semanal Igreja Metodista Central em São Paulo - 08/03/1998

Porque eu estou bem certo de que nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as coisas do presente, nem do porvir, nem os poderes, nem a altura, nem a profundidade, nem qualquer outra criatura poderá separar-nos do amor de Deus, que está em Cristo Jesus, nosso Senhor. - Romanos 8.38-39


Esta é a certeza que nos impele e faz com que continuemos a nossa caminhada, pois muitas vezes nos vemos frente a frente com o inimigo de nossas almas, que atua na vida de alguns irmãos, lançando sobre eles dardos inflamados e repletos de ódio, que não encontramos na lista do Fruto do Espírito.

Você, meu irmão, deve ter uma certeza bem arraigada em sua mente e coração: "sou salvo em Jesus Cristo", e ninguém tem autoridade e poder para questioná-lo. Se o Senhor lavou-o no sangue de Jesus e o seu nome está escrito no Livro da Vida, é problema seu e de mais ninguém!

Não deixe que as pessoas o julguem e o condenem. Com a autoridade do nome de Jesus e no poder do Espírito Santo, declare isso e repreenda o inimigo.

O texto acima é claro: afirma que nada pode nos separar do amor de Deus. Embora muitas vezes os "falsos crentes" tentem e intentem, o Senhor não permite, porque a Sua verdade é que nos sustenta, e é o que vale.

Se alguém se diz ou pensa ser o "dono da verdade", a Palavra diz que só o Senhor é a verdade, por isso toda a verdade está contida na Sua Palavra.

 

Forte abraço.
Em Cristo,
Ricardo, pastor

Esta meditação foi enviada em 30/07/08 por e-mail.