Salmo 80

19/06/2008

 

Pedindo restaurações
Ao mestre de canto. Segundo a melodia "Os
lírios". Testemunho de Asafe. Salmo

1 Ó pastor de Israel, dá ouvidos; tu, que guias a José como a um rebanho, que estás entronizado sobre os querubins, resplandece.
2 Perante Efraim, Benjamim e Manassés, desperta o teu poder, e vem salvar-nos.
3 Reabilita-nos, ó Deus; faze resplandecer o teu rosto, para que sejamos salvos.
4 Ó Senhor, Deus dos exércitos, até quando te indignarás contra a oração do teu povo?
5 Tu os alimentaste com pão de lágrimas, e lhes deste a beber lágrimas em abundância.
6 Tu nos fazes objeto de escárnio entre os nossos vizinhos; e os nossos inimigos zombam de nós entre si.
7 Reabilita-nos, ó Deus dos exércitos; faze resplandecer o teu rosto, para que sejamos salvos.
8 Trouxeste do Egito uma videira; lançaste fora as nações e a plantaste.
9 Preparaste-lhe lugar; e ela deitou profundas raízes, e encheu a terra.
10 Os montes cobriram-se com a sua sombra, e os cedros de Deus com os seus ramos.
11 Ela estendeu a sua ramagem até o mar, e os seus rebentos até o Rio.
12 Por que lhe derrubaste as cercas, de modo que a vindimam todos os que passam pelo caminho?
13 O javali da selva a devasta, e as feras do campo alimentam-se dela.
14 Ó Deus dos exércitos, volta-te, nós te rogamos; atende do céu; vê e visita esta videira,
15 a videira que a tua destra plantou, e o sarmento que fortificaste para ti.
16 Está queimada pelo fogo, está cortada; eles perecem pela repreensão do teu rosto.
17 Seja a tua mão sobre o varão da tua destra, sobre o filho do homem que fortificaste para ti.
18 E não nos afastaremos de ti; vivifica-nos, e nós invocaremos o teu nome.
19 Reabilita-nos, ó Senhor, Deus dos exércitos; faze resplandecer o teu rosto, para que sejamos salvos.


Este salmo é baseado em um testemunho de Asafe. Pode ter sido escrito por outra pessoa, mas que conheceu esse testemunho, essa declaração de Asafe. Um testemunho que espera pela manifestação do Senhor: faze resplandecer o teu rosto, para que sejamos salvos (3, 7 e 19).

Fazendo analogia com a salvação manifestada em Cristo, podemos entender como igreja que o pastor do primeiro versículo é exatamente Jesus. Aguardamos a manifestação do Senhor, no Dia da Vitória. Esperamos por Sua manifestação em glória!

A expectativa é que o Senhor restaure, reabilite, faça ser como era antes. Uma expectativa sempre manifesta em momentos de crise, depois de um grande problema. A esperança de que Deus vai restaurar, fazer valer o cuidado depois do arrependimento e do acerto. Afinal, não dá para esperar por restauração se permanecermos no erro!

A esperança neste salmo é esta: um ajuste do Senhor para dar ao povo novamente a chance de ser povo de Deus. Não que esse povo deixasse de ser povo de Deus quando errava, mas o sentimento era que algo ainda precisava ser acertado.

Podemos esperar do Senhor esse acerto. Mas precisamos buscar o certo. Muitas vezes, fazer o certo nem sempre é o mais fácil. Seguimos em nossa vida cometendo erros e quando chega a hora do acerto, achamos que não dá tempo, que é mais difícil! Mas se estamos aqui, é porque dá tempo sim! E o Senhor nos chama para esse acerto, deixando o que é errado.

Assim, poderemos esperar pela manifestação do Senhor e sentir o Seu cuidado sobre nós!

 

Forte abraço.
Em Cristo,
Ricardo, pastor

Esta meditação foi enviada em 19/06/08 por e-mail.