Salmo 66

31/01/2008

 

Ofertas de gratidão
Ao mestre de canto. Cântico. Salmo

1 Louvai a Deus com brados de júbilo, todas as terras.
2 Cantai a glória do seu nome, dai glória em seu louvor.
3 Dizei a Deus: Quão tremendas são as tuas obras! Pela grandeza do teu poder te lisonjeiam os teus inimigos.
4 Toda a terra te adorará e te cantará louvores; eles cantarão o teu nome.
5 Vinde e vede as obras de Deus; ele é tremendo nos seus feitos para com os filhos dos homens.
6 Converteu o mar em terra seca; passaram o rio a pé; ali nos alegramos nele.
7 Ele governa eternamente pelo seu poder; os seus olhos estão sobre as nações; não se exaltem os rebeldes.
8 Bendizei, povos, ao nosso Deus, e fazei ouvir a voz do seu louvor;
9 ao que nos conserva em vida, e não consente que resvalem os nossos pés.
10 Pois tu, ó Deus, nos tens provado; tens nos refinado como se refina a prata.
11 Fizeste-nos entrar no laço; pesada carga puseste sobre os nossos lombos.
12 Fizeste com que os homens cavalgassem sobre as nossas cabeças; passamos pelo fogo e pela água, mas nos trouxeste a um lugar de abundância.
13 Entrarei em tua casa com holocaustos; pagar-te-ei os meus votos,
14 votos que os meus lábios pronunciaram e a minha boca prometeu, quando eu estava na angústia.
15 Oferecer-te-ei holocausto de animais nédios, com incenso de carneiros; prepararei novilhos com cabritos.
16 Vinde, ouvi, todos os que temeis a Deus, e eu contarei o que ele tem feito por mim.
17 A ele clamei com a minha boca, e ele foi exaltado pela minha língua.
18 Se eu tivesse guardado iniquidade no meu coração, o Senhor não me teria ouvido;
19 mas, na verdade, Deus me ouviu; tem atendido à voz da minha oração.
20 Bendito seja Deus, que não rejeitou a minha oração, nem retirou de mim a sua benignidade.


Esse é um salmo onde a autoria não está definida. Parece ser claramente um salmo para ser declamado, entoado como canção, nas atividades cúlticas, no templo ou no antigo tabernáculo, até porque fala de oferecer sacrifícios e essas coisas.

O convite deste salmo é para engrandecer ao Senhor. Um convite para toda a terra. Mas, mais que um convite, uma constatação, pois o Senhor reina sobre tudo e todos e sabemos que um dia todo joelho se dobrará diante Dele (Romanos 14.11). Toda a terra terá que reconhecer a grandiosidade do Senhor, até mesmo aqueles que não aceitam essa verdade. A incredulidade de muitos não anula a verdade que temos na Palavra do Senhor.

O salmo cita claramente eventos de salvação de Israel, principalmente falando da saída da escravidão no Egito, pois cita a questão do mar ficar como terra seca (v. 6). Isso mostra que vale a pena lembrar das obras que o Senhor já realizou. Isso nos dá mais força e certeza diante do que ainda está por acontecer. Louvamos pelo que já foi feito e nos alegramos porque podemos confiar em um Deus que já agiu e que pode (vai) agir de novo. Isso não é viver de passado! É encontrar no passado a certeza que podemos aguardar a manifestação do Senhor sobre nós hoje!

As dificuldades que enfrentamos, muitas vezes, são apenas para nos moldar, mostrar para nós aquilo que precisamos aprender para seguir em frente. O Senhor que domina sobre todas as coisas sabe aquilo que precisamos, nos mínimos detalhes. E vou além: Ele sabe até mais do que nós mesmos. Isso mesmo! Você pode achar que precisa de algo, mas o Senhor sabe exatamente o que você precisa. E pode ser diferente do que você acha! Exatamente por isso vale a pena aguardar o melhor do Senhor, pois podemos ser atendidos em necessidades que nem mesmo tínhamos consciência da necessidade. E com essa proteção da parte do Senhor, podemos contar até mesmo com o auxílio para evitar que tenhamos mais dificuldades. Já enfrentaremos muitas, isso é fato. Se não for o cuidado do Senhor, podemos não suportar mesmo. Com o cuidado do Senhor, muitas vezes recebemos livramento de uma dificuldade e nem passamos por ela. Outras, recebemos do Senhor a força para enfrentar e, por fim, em outras ainda , recebemos a vitória sobre a dificuldade.

Exatamente porque podemos contar com o apoio do Senhor quando nem mesmo temos consciência que estamos tendo esse cuidado, devemos nos preparar para agradecer muito mais do que para pedir. Não vamos abolir de nossas orações os pedidos! Mas devemos tomar cuidado com a gratidão, pois pode ser que nem mesmo tenhamos conhecimento, mas ainda assim tivemos um livramento da parte do Senhor. A gratidão precisa ser constante em nossos lábios e corações, não porque nos convencemos de que devemos agradecer, mas porque sabemos do cuidado do Senhor. E sentimos isso. Então, agradecemos.

Gratos e fugindo do pecado (clamando por perdão e deixando de praticar), temos condição de notar claramente as respostas às nossas orações. Exatamente porque o Senhor vai se revelar claramente a nós, nos dando entendimento de Sua manifestação. Se estivermos vivendo uma vida de santidade, poderemos notar claramente o agir do Senhor, atendendo nossas orações. E muito mais que isso: atendendo nossas necessidades de fato, que muitas vezes nem notamos o que precisamos de verdade e o Senhor já nos atende com o melhor.

Sabendo disso, podemos repetir exatamente o que diz o último versículo do salmo. Vivendo de acordo com a vontade do Senhor, Ele ouvirá nossas orações e nos atenderá até além do que realmente achamos que precisamos:

Bendito seja Deus, que não rejeitou a minha oração, nem retirou de mim a sua benignidade.
 

Forte abraço.
Em Cristo,
Ricardo, pastor

Esta meditação foi enviada em 31/01/08 por e-mail.