Salmo 64

17/01/2008

 

Proteção contra os inimigos
Ao mestre de canto. Salmo de Davi

1 Ouve, ó Deus, a minha voz na minha queixa; preserva a minha voz na minha queixa; preserva a minha vida do horror do inimigo.
2 Esconde-me do secreto conselho dos maus e do ajuntamento dos que praticam a iniquidade,
3 os quais afiaram a sua língua como espada, e armaram por suas flechas palavras amargas.
4 Para em lugares ocultos atirarem sobre o íntegro; disparam sobre ele repentinamente e não temem.
5 Firmam-se em mau intento; falam de armar laços secretamente, e dizem: Quem nos verá?
6 Planejam iniquidades; ocultam planos bem traçados; pois o íntimo e o coração do homem são inescrutáveis.
7 Mas Deus disparará sobre eles uma seta, e de repente ficarão feridos.
8 Assim, serão levados a tropeçar, por causa das suas próprias línguas; todos aqueles que os virem, fugirão.
9 E todos os homens temerão, anunciarão a obra de Deus, considerarão a obra de Deus e considerarão prudentemente os seus feitos.
10 O justo se alegrará no Senhor e confiará nele, e todos os de coração reto cantarão louvores.


Mais um salmo atribuído a Davi. O que ele espera do Senhor é que sua vida seja poupada diante de seus inimigos. Vai além: quer estar bem distante deles! Afinal, quer ficar "escondido".

Seus inimigos tentam difamar. Esse parece ser o grande erro deles e é disso que Davi quer ser protegido. Quantas pessoas falam mal de outras. Difamam, criam problemas, inventam, e até chegam a falar coisas que são verdadeiras, mas maquinaram em seu coração o que iam falar. Apenas acabaram falando a verdade, mas o desejo era difamar, criar problemas.

Alguns até falam dizendo que só querem o bem. Mas acabam criando muitos problemas com o que falam. Definitivamente, falar da vida de outras pessoas não é algo que deve ser praticado! Se temos algo para falar, devemos procurar a pessoa envolvida e não outras pessoas. Podemos descobrir que estamos errados em nosso pensamento, pois algo foi entendido errado. Ou podemos ajudar a pessoa a mudar, caso ela esteja no erro. E se ela não quiser, ainda assim não devemos sair falando para outras pessoas.

Muitos que cometem erros, persistem em seus erros até mesmo tentando achar explicações para tal ato. Essas pessoas arrumam um "motivo" que parece tornar certo a atitude errada. Isso, na minha opinião, é uma das atitudes que revela a indiferença em relação à Deus, falta de temor, pois tenta explicar como certo o que deveria ser abandonado. Alguns se firmam em seus intentos errados com explicações as mais variadas. Até podemos ter razões ao iniciar algo. Mas se o erro se apresenta, nossa atitude deve ser abandonar e não tentar mostrar que está certo. Os ímpios, firmam posição no erro. Aqueles que buscam ao Senhor, fogem do erro e se acabam entrando em alguma cilada, devem se esforçar para sair e não para explicar.

Como no salmo, muitas pessoas criam situações, usam uma parte da verdade para tentar criar novas verdades (que são mentiras), tudo para tentar difamar outros ou legitimar seus erros. Essas armas são muito utilizadas. E nós devemos, como o salmista, buscar o esconderijo no Senhor, no Seu cuidado, para que essas coisas não se revelem contra nós e, quando acontecer, confiar no Senhor para a solução. A mentira não permanece por muito tempo. Por experiência própria posso afirmar isso: quem está mentindo, em algum momento, vai deixar a máscara cair e quem acreditou em uma mentira contra sua vida, vai descobrir que você está certo. Apenas aguarde no Senhor, quando a pessoa envolvida não quiser o acerto.

Se alguém te despreza por conta de mentiras, aguarde no Senhor. Como escrevi, as mentiras não permanecem!

Quem permanece na vontade do Senhor verá grandes mudanças. O tempo para esses não se limita ao tempo que vivemos aqui. Ainda temos a eternidade para desfrutar com o Senhor. Aqueles que ficarem longe da vontade do Senhor, não experimentarão isso! Mas quem busca, vive e aguarda pela vontade do Senhor, esse ainda tem a chance de ver aqui as mudanças que o Senhor fará diante de uma injustiça e, além disso, terá a eternidade com o Senhor.

Por isso, vale a pena confiar! Podemos ver a mudança em nossos dias ainda e na eternidade, teremos muito mais com o Senhor.
 

Forte abraço.
Em Cristo,
Ricardo, pastor

Esta meditação foi enviada em 17/01/08 por e-mail.