Digno de nota: você!

08/01/2008

 

Então, Jesuá, Bani, Cadmiel, Sebanias, Buni, Serebias, Bani e Quenâni se puseram em pé sobre os degraus dos levitas, e clamaram em alta voz ao Senhor, seu Deus. - Neemias 9.4

Alguns se sobressaíram no texto e são citados nominalmente. Se apresentaram para o trabalho, para a busca do Senhor. Vemos no texto completo (no capítulo 9) que outros estavam presentes. Mas alguns se sobressaíram.

Por que? Eram melhores? Mais bem capacitados? Mais bem relacionados? O texto não nos fala sobre o porquê estes são os que se colocam nessa posição.

Muitos se acham incapazes de alguma obra. Preferem ficar num canto, esperando que outro faça. Mas muitas vezes o Senhor chama quem nem se espera para determinada obra. Não há necessidade de ter notoriedade antecipada. Repito: o texto de hoje não deixa claro qual era a condição destes que são destacados. Pode ser que tivessem essa notoriedade. Mas como o texto não revela, quero aproveitar para registrar isso: "e perguntaram-lhe: Ouves o que estes estão dizendo? Respondeu-lhes Jesus: Sim; nunca lestes: Da boca de pequeninos e de criancinhas de peito tiraste perfeito louvor?" - Mateus 21.16.

Será que crianças podem se sobressair a adultos em tarefas? De acordo com o texto, podem. Será que alguém que pense não ter capacitação pode se sobressair diante de alguém que tenha? Pode! É claro que a capacitação é importante, não a nego. Mas se não for o Espírito Santo direcionando, nada valerá. É muito mais importante ter a direção do Espírito. Se puder ser com capacitação, claro, melhor. Mas se eu só puder escolher um, entre capacitação e direção do Espírito, eu fico com a direção do Espírito.

Estes que se sobressaem no texto, clamam! Buscam ao Senhor. O fato de registrar que foi em alta voz, deixa claro que havia uma disposição muito grande dessas pessoas em buscar ao Senhor. Não havia medos do que os outros iam pensar. Pelo contexto desse texto, podemos notar que essas pessoas não fariam isso apenas para aparecer, mas por disposição interna de busca mesmo.

Sabemos que não há necessidade de clamar em alta voz para que o Senhor nos ouça. Alguns até ridicularizam quem faça isso!

Mas, sinceramente, há momentos em que isso acontece naturalmente. Nesses momentos, não devemos impedir. Fazer porque outros fazem, por moda ou costume, não é o que o Senhor nos chama a fazer. Mas fazer por sentimento, disposição interna, algo específico naquele momento, não há nenhum problema! Ainda que seja frequente! Pode ser que se faça de vez em quando ou sempre. Mas não por costume. E sim, por sentimento e disposição interna, que se derrama na presença do Senhor. Se não partir do coração, não me parece algo que deva ser feito.

Talvez em sua família o Senhor esteja chamando você a esse clamor. Talvez em sua igreja. Se o Senhor te chama a clamar, faça! Busque. Deixe o Espírito operar. Se for em sua igreja, claro, busque a autoridade, apresente seu sentimento e aquilo que o Senhor te chama a fazer. Se o Senhor te chama para tal, Ele dará capacitação pelo Espírito e dará também a chance.

Clame ao Senhor. Busque Sua vontade. E você verá coisas grandiosas acontecendo. Poderá acontecer logo, mas poderá demorar. Por fé, não desanime. Continue buscando, pois o Senhor fará na melhor hora. Poderá parecer aos nossos olhos que está demorando. Mas aquela história que o "Senhor tarda mas não falha" é mentira, só pode ter nascido no inferno! Ele age na melhor hora. Não tarda. Pode parecer demorado aos nossos olhos, mas será na melhor hora. Ele não age no nosso tempo. Ele é soberano e não tarda, age na hora certa.

Você verá grandes coisas da parte do Senhor. Busque e aguarde! Confie!

 

Forte abraço.
Em Cristo,
Ricardo, pastor

Esta meditação foi enviada em 08/01/08 por e-mail.