Salmo 54

01/11/2007

 

Apelo para o socorro divino
Ao mestre de canto. Salmo didático.
Para instrumentos de cordas. De Davi,
quando os zifeus vieram dizer a Saul:
Não está Davi homiziado entre nós?

1 Salva-me, ó Deus, pelo teu nome, e faze-me justiça pelo teu poder.
2 Ó Deus, ouve a minha oração, dá ouvidos às palavras da minha boca.
3 Porque homens insolentes se levantam contra mim, e violentos procuram a minha vida; eles não põem a Deus diante de si.
4 Eis que Deus é o meu ajudador; o Senhor é quem sustenta a minha vida.
5 Faze recair o mal sobre os meus inimigos; destrói-os por tua verdade.
6 De livre vontade te oferecerei sacrifícios; louvarei o teu nome, ó Senhor, porque é bom.
7 Porque tu me livraste de toda a angústia; e os meus olhos viram a ruína dos meus inimigos.


Davi inicia o salmo com uma oração. Pede pelo socorro divino, porque sabe que há quem queira atentar até mesmo contra a sua vida. Não era apenas uma calúnia, mas Davi corria o risco de morrer por mãos de seus adversários.

Em sua oração, Davi invoca o Senhor e deixa claro que espera pelo poder do Senhor em seu auxílio. Sabemos da grandiosidade do Senhor. Diante desse quadro, como Davi, podemos clamar por Sua presença e interferência diante dos problemas que passamos, quer seja porque alguém se levanta contra nós, quer seja porque estamos vivendo o tempo de problemas e precisemos de força para enfrentar e a forma de saída dos problemas, que o Senhor pode nos dar.

Não esperamos pelo Senhor apenas para a eternidade! Já podemos contar com Seu auxílio no nosso dia-a-dia! Muitos acham que Deus tem coisa mais importante pra fazer do que cuidar dos nossos problemas. Querem saber mais do que Deus! Ele nos amou de tal maneira que deu Seu Filho por nós, para, quem crer Nele, tenha a vida eterna. E esse Filho orou pelos discípulos (e por todos os que viessem a crer - João 17) deixando claro que não pedia que fossem tirados do mundo, mas que fossem livres do mal. Você é da maior importância para Deus! Ele se preocupa com você e quer o melhor! Muitos problemas muitas vezes tentam abafar essa certeza, mas o cuidado do Senhor vai além dos problemas e das dificuldades, pois podemos contar com a força para enfrentar e com a solução!

Se alguém, como foi com Davi, se levantar contra você, o Senhor irá interferir. Não vai deixar você sofrer injustiças. Talvez diante dos homens, por um tempo, pareça que estamos mesmo sofrendo injustiças. Davi fugiu por muito tempo! Parecia um derrotado. José, depois da revelação em sonhos, foi vendido como escravos por seus irmãos e dado como morto a seu pai. Depois, ainda por conta de uma mentira (porque ele queria se manter fiel ao seu entendimento das coisas de Deus), foi preso injustamente e ainda por cima, esquecido no cárcere. Esquecido pelos humanos, não por Deus, que o texto Bíblico revela que era com ele.

Há outros exemplos na Bíblia e nós podemos lembrar ainda de muitos outros que aconteceram com várias pessoas: parecia que estavam derrotadas e muitas vezes por calúnia, outras por problemas. Humanamente, parecia que Deus nem se importava com os erros que eram cometidos contra essa pessoa. Só que quando menos se espera, Deus muda definitivamente a sorte dessa pessoa. Já aconteceu, continua acontecendo e vai continuar assim. Deus age. Em alguns momentos, antes dos problemas. Em outros, nos tirando de dentro do problema (quer dizer: já estamos enfrentando e Deus nos dá a vitória - afinal, como ter vitória sem combate?). E em outros ainda, nos dá forças para enfrentarmos o problema e chega o dia que tudo muda e se acerta. Quer porque o problema é resolvido, quer porque Deus nos dá nova direção e anula o problema anterior.

E quando Deus age? Ficamos quietos? Como Davi, no final desse salmo, devemos oferecer ao Senhor louvores e apresentar aos outros a ação do Senhor. Muitas vezes, as pessoas vão ver essa ação, pois viram sua situação anterior e verão claramente que foi mudado o problema em solução. Mas há alguns problemas que atravessamos e que temos do Senhor a força para enfrentar e no tempo certo, mesmo sem mudar aquela situação específica, o Senhor nos dá livramento, nos direcionando em outra direção. Nesse caso, as pessoas poderão questionar se Deus realmente agiu, pois aquele problema, na verdade, aparentemente não foi resolvido. Aí, entrará nossa capacidade de mostrar que nossa vida está nas mãos do Senhor e que mesmo com aquele problema aparentemente sem solução, tivemos força para enfrentar e o Senhor mudou nossa sorte, mesmo sem precisar resolver diretamente aquele problema, pois nos deu algo novo. E o que vem do Senhor, sempre é o melhor. Se a solução, será o melhor. Se uma nova direção, será o melhor. Os dias mostrarão isso. Podemos confiar. E, claro, louvar ao Senhor por Sua atuação e declarar Seus grandiosos feitos para que outras pessoas notem Seu agir.

 

Forte abraço.
Em Cristo,
Ricardo, pastor

Esta meditação foi enviada em 01/11/07 por e-mail.