Salmo 25

22/02/2007

 

Oração por auxílio divino
De Davi

1 A TI, Senhor, levanto a minha alma.
2 Deus meu, em ti confio, não me deixes confundido, nem que os meus inimigos triunfem sobre mim.
3 Na verdade, não serão confundidos os que esperam em ti; confundidos serão os que transgridem sem causa.
4 Faze-me saber os teus caminhos, Senhor; ensina-me as tuas veredas.
5 Guia-me na tua verdade, e ensina-me, pois tu és o Deus da minha salvação; por ti estou esperando todo o dia.
6 Lembra-te, Senhor, das tuas misericórdias e das tuas benignidades, porque são desde a eternidade.
7 Não te lembres dos pecados da minha mocidade, nem das minhas transgressões; mas segundo a tua misericórdia, lembra-te de mim, por tua bondade, Senhor.
8 Bom e reto é o Senhor; por isso ensinará o caminho aos pecadores.
9 Guiará os mansos em justiça e aos mansos ensinará o seu caminho.
10 Todas as veredas do Senhor são misericórdia e verdade para aqueles que guardam a sua aliança e os seus testemunhos.
11 Por amor do teu nome, Senhor, perdoa a minha iniquidade, pois é grande.
12 Qual é o homem que teme ao Senhor? Ele o ensinará no caminho que deve escolher.
13 A sua alma pousará no bem, e a sua semente herdará a terra.
14 O segredo do Senhor é com aqueles que o temem; e ele lhes mostrará a sua aliança.
15 Os meus olhos estão continuamente no Senhor, pois ele tirará os meus pés da rede.
16 Olha para mim, e tem piedade de mim, porque estou solitário e aflito.
17 As ânsias do meu coração se têm multiplicado; tira-me dos meus apertos.
18 Olha para a minha aflição e para a minha dor, e perdoa todos os meus pecados.
19 Olha para os meus inimigos, pois se vão multiplicando e me odeiam com ódio cruel.
20 Guarda a minha alma, e livra-me; não me deixes confundido, porquanto confio em ti.
21 Guardem-me a sinceridade e a retidão, porquanto espero em ti.
22 Redime, ó Deus, a Israel de todas as suas angústias.


Este salmo revela o desejo do salmista por receber do Senhor instruções, diretrizes para sua vida. Quer sentir a presença e o cuidado do Senhor, mas deixando claro que espera por misericórdia para sentir essa presença e vivenciar o cuidado. Quer o perdão por suas falhas!

Além disso, mostra-nos como vivenciar a adoração, o reconhecimento dos atributos do Senhor (vs. 8-10). O salmista pode declarar a bondade e a retidão do Senhor porque experimentou isso em sua vida, no cuidado, ao ser guiado, ao ter vitória, ao sair de uma dificuldade..., enfim, em cada momento de sua vida! Isso, além de tudo, atendendo a sua oração, guiando pelo caminho reto e eterno, tanto em ir nos lugares certos e tomar as decisões certas como em sua vida, em seu agir.

Só o Senhor pode nos livrar de tentações, de laços que possam nos fazer tropeçar. As tentações virão! Elas irão acontecer. O problema não está em ser tentado e sim em cair na tentação. E o Senhor nos ajudará a fugir de todas, basta buscarmos Nele!

Se declararmos nossa dependência do Senhor e confiarmos em Seu agir, poderemos experimentar muitas coisas do Seu cuidado e do Seu amor, tendo a chance de contar com Seu apoio para sair das dificuldades. Confie!
 

Forte abraço.
Em Cristo,
Ricardo, pastor

Esta meditação foi enviada em 22/02/07 por e-mail.