Comentário devocional do Apocalipse

14/02/2007

 

Apocalipse 8.12-13

12 E o quarto anjo tocou a sua trombeta, e foi ferida a terça parte do sol, e a terça parte da lua, e a terça parte das estrelas; para que a terça parte deles se escurecesse, e a terça parte do dia não brilhasse, e semelhantemente a noite.
13 E olhei, e ouvi um anjo voar pelo meio do céu, dizendo com grande voz: Ai! ai! ai! dos que habitam sobre a terra! por causa das outras vozes das trombetas dos três anjos que hão de ainda tocar.


Chegamos ao final do capítulo 8 do Apocalipse. E o quarto anjo tocou sua trombeta.

Se observarmos com cuidado, essa é a última trombeta que atinge diretamente elementos da natureza e, claro, indiretamente o ser humano. Por exemplo: quando a estrela Absinto cai nas águas e as mesmas ficam amargas, a ação foi contra a natureza, mas muitos morreram por beberem dessas águas amargas. Mas a ação desencadeada ao toque de cada trombeta até agora, foi contra a natureza diretamente, atingindo indiretamente o ser humano.

Ao toque dessa trombeta, 1/3 do sol, da lua e das estrelas sofrem e vemos que há uma escuridão gerada por isso, no mínimo dias 1/3 menores (levando-se em conta como dia o tempo que temos a iluminação solar) e noites 1/3 mais escuras (sabe aquela noite, sem luz elétrica - vivemos pouco isso, mas eu já vivi isso quando mais novo e fora do estado de São Paulo - e que nem estrelas ou a lua são vistas? Pois é, pelo menos 1/3 da noite poderá ser assim se a energia elétrica falhar!). Seria como dois eclipses a cada dia, por exemplo, um durante o dia e outro durante a noite, e com o detalhe que não é só ficar sem a lua, mas também sem uma parte das estrelas. Claro que não exatamente assim, mas apenas para podermos imaginar a cena.

É claro que as pessoas terão explicações para o evento e as mais variadas! Mas nós que sabemos que isso vai acontecer e o porquê (será o tempo da Última Semana Profética de Daniel, ou também chamada de Grande tribulação), devemos anunciar, para que outras pessoas não sejam enganadas com explicações erradas! Anunciemos desde já!

O versículo 13 fala de um tríplice "Ai". Esse evento está narrado nesse momento para deixar claro o que escrevi no começo: quando as outras trombetas foram tocadas, o ser humano foi atingido indiretamente. A natureza foi atingida diretamente.

Mas deste momento em diante onde ainda há 3 trombetas, o ser humano será atingido diretamente! Serão 3 grandes "ais", 3 ações diretas contra o ser humano, nesse período da Grande Tribulação. Sendo que, diretamente, o 3º ai não é mencionado mais, só sendo dito no capítulo 11 que ele virá sem demora. Entendo, com isso, que logo João, desde o capítulo 4 contando as coisas tendo como ponto de vista a visão que ele tem por estar no céu, estará contando as mesmas coisas que ele viu a partir do céu (ou outras novas), mas contando agora a partir do ponto de vista da terra. Já escrevemos sobre essa chave de leitura e outras chaves em meditações anteriores! Caso você começou a receber agora, leia as outras meditações enviadas nas quartas-feiras, desde 19/04/2006, sendo que em alguns dos dias específicos para estas meditações, ou não enviamos mensagens ou no começo desse processo, enviamos algumas fora do tema, até que ele ficasse firme nesse dia.

 

Forte abraço.
Em Cristo,
Ricardo, pastor

Esta meditação foi enviada em 14/02/07 por e-mail.