Que dia...

17/02/2006



Da próxima vez que você sentir que "aquele dia não deveria existir", parece que tudo está errado, porque você perdeu a hora, o telefone tocou quando você estava de saída para resolver algo importantíssimo e a pessoa do outro lado da linha, não parava de falar, quando conseguiu sair, não encontrava as chaves do carro. Ou no trânsito, os sinais estavam todos fechados logo quando você precisava estar cedo em algum lugar... Há tantas coisas que parecem acabar com o nosso dia...

Não fique chateado, não se irrite, agradeça a Deus! Porque Ele tem cuidado de você.

Conto uma experiência muito interessante vivida por uma serva do Senhor:

Ela tinha hora certa para estar em uma reunião de oração. Dirigiu-se ao ponto do ônibus, como de costume. Passados alguns minutos, ela começou a ficar impaciente porque o ônibus que nunca se atrasava, atrasou logo naquele dia que ela precisava chegar cedo. Muito nervosa, pôde avistar ao longe o tal ônibus e logo fez o sinal. Mas ele não parou! Depois de ter esperado trinta minutos ele simplesmente não a viu.

Quase desistindo e reclamando muito, veio outro e esse outro parou finalmente. O ônibus seguiu o seu trajeto de sempre. No caminho ela observou da janela um tumulto, viaturas da polícia, o corpo de bombeiros uma multidão de pessoas cheias de curiosidade e um ônibus alvejado de tiros. Foi quando ela teve um choque: o ônibus que não tinha parado para ela no ponto um pouco antes era o mesmo que estava ali, fuzilado. Na hora ela entendeu que naquele contra-tempo estava o Senhor.

Que Deus continue nos abençoando com todos estes pequenos “aborrecimentos” que nos fazem lembrar de Seus Propósitos.

Jó 42.2 - Bem sei eu que tudo podes, e que nenhum dos teus propósitos pode ser impedido.
 

Forte abraço.
Em Cristo,
Ricardo, pastor

Esta meditação foi enviada em 17/02/06 por e-mail.